Serie A 1958-1959

Da Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para a navegação Ir para a pesquisa
Disambiguation note.svg Desambiguação - Se você estiver procurando por outros significados, consulte a Série A 1958-1959 (desambiguação) .
Serie A 1958-1959
Concorrência Uma liga
Esporte Football pictogram.svg Futebol americano
Edição 57º (27º da Série A )
Gerente Liga Nacional
Em sua casa de 21 de setembro de 1958
a 7 de junho de 1959
Lugar Itália Itália
Participantes 18
Fórmula rodada única
Resultados
Vencedora Milão
(7º título)
RebaixamentosTriestina
Talmone Turin
Estatisticas
Melhor artilheiro Argentina Antonio Angelillo (33)
Jogos realizados 306
Gols marcados 897 (2,93 por jogo)
Fotodiritomilan195859.jpg
A foto comemorativa dos scudoneri rossoneri
Linha do tempo da competição
Seta para a esquerda.svg 1957-1958 1959-1960 Seta para a direita.svg

A Série A 1958-1959 foi a 57ª edição da primeira divisão do campeonato italiano de futebol (a 27ª em um único grupo ), disputada entre 21 de setembro de 1958 e 7 de junho de 1959 e terminou com a vitória do Milan , em seu sétimo título.

O artilheiro do torneio foi Antonio Angelillo ( Inter ) com 33 gols.

Eventos

Após um ano de jejum, o AC Milan de Gipo Viani voltou a conquistar o Scudetto: foi um sucesso conturbado para o qual contribuiu de forma fundamental o jovem atacante brasileiro José Altafini que, em sua primeira temporada na Itália, marcou 28 gols: neste campeonato , apenas o argentino Antonio Angelillo, do Inter, se saiu melhor com 33 gols (5 deles no jogo em casa contra o SPAL ), estabelecendo um recorde ainda existente na Serie A de 18 times. Ainda em termos de gols, nesta temporada a Fiorentina , com 95 gols marcados, estabeleceu um recorde ainda invicto em torneios de 18 equipes. [1] Três foram as duplas de atacantes mais prolíficas: o Inter-jogador Angelillo- Firmani do Inter com 53 gols, o florentino Hamrin - Montuori com 48, e o jogador do AC Milan Altafini- Danova com 44.

O maior goleador do Inter, Antonio Angelillo : com 33 gols, continua sendo o maior goleador da temporada em um campeonato da Série A com 18 seleções.

O campeonato começou em 21 de setembro de 1958. O Milan imediatamente assumiu a liderança, mas na sexta rodada a derrota para o Lanerossi Vicenza custou aos rossoneri o primeiro lugar, que foi vendido para a Fiorentina. [2] Dois dias depois, em 16 de novembro, os lombardos venceram o clássico em Torino por 5-4 aos 90 minutos contra a atual campeã Juventus , enganchando o Viola no topo. As duas equipes se alternaram na liderança ao longo da primeira rodada; no final, em 25 de janeiro de 1959, o Milan foi campeão de inverno com uma vantagem sobre os toscanos. Uma semana depois, no entanto, os dois contendores se encontraram novamente no topo com pontos iguais.

O segundo turno continuou nos moldes do primeiro: Milan e Fiorentina disputaram o primeiro lugar; atrás deles, Inter e Juventus não conseguiram alcançá-los. No dia 12 de abril, os rossoneri venceram a partida direta em Florença, vencendo a viola e assumindo a liderança; mas o empate interno contra o SPAL, uma semana depois, atrapalhou tudo. A virada teve que esperar mais uma semana: no dia 26 de abril foram justamente os Ferraresi que conquistaram uma vitória inesperada no campo dos gigliati, enquanto o Milan empatou 3-3 com o último colocado Talmone Torino . Nesta partida estourou uma briga que mandou dois jogadores rossoneri para a enfermaria, mas o Juiz Esportivo não atribuiu a vitória ao Milan; em protesto, o presidente do Milanese, Andrea Rizzoli , renunciou. Os rossoneri, porém, mantiveram o precioso +1 na classificação até o final, de modo que o Viola desistiu; No dia 2 de junho, derrotando a Udinese por 7 a 0 no gol, os rossoneri se classificaram como campeões italianos com uma rodada do fim e três pontos de vantagem.

Duas equipes nobres foram rebaixadas: pela primeira vez na Série B Torino foi para lá, cheio de problemas econômicos e, conseqüentemente, forçado, nesta temporada, a combinar publicidade com a empresa Talmone ;A Triestina também caiu com as granadas, em sua última temporada na primeira divisão. Após a difícil promoção obtida no ano anterior, Bari foi salvo.

Equipes participantes

Mappa di localizzazione: Italia
Génova
Génova
Milão
Milão
Turin
Turin
Roma
Roma
Times de Milão
Pog.svg vermelho Inter
Pog.svg vermelho Milão
Times de Torino
Pog.svg vermelho Juventus
Pog.svg vermelho Talmone Turin
Times Roma
Pog.svg vermelho Lazio
Pog.svg vermelho Roma
Times de Gênova
Pog.svg vermelho Génova
Pog.svg vermelho Sampdoria
Localização das equipes da Série A 1958-1959
Clube Temporada Cidade Estádio Temporada anterior
Alexandriadetalhes Alexandria Estádio municipal 12º lugar na Série A
Bari detalhes Bari Victory Stadium 2º lugar na Série B, promovido
Bolonha detalhes Bolonha Estádio municipal 6º lugar na Série A
Fiorentina detalhes Florença Estádio municipal 2º lugar na Série A
Génova detalhes Génova Estádio municipal 12º lugar na Série A
Inter detalhes Milão Estádio San Siro 9º lugar na Série A
Juventus detalhes Turin Estádio municipal 1º lugar na Série A
Lanerossi Vicenza detalhes Vicenza Estádio Romeo Menti 7º lugar na Série A
Lazio detalhes Roma Estádio dos Cem Mil 12º lugar na Série A
Milãodetalhes Milão Estádio San Siro 9º lugar na Série A
Nápoles detalhes Nápoles Estádio San Paolo 4º lugar na Série A
Padua detalhes Padua Estádio Silvio Appiani 3º lugar na Série A
Roma detalhes Roma Estádio dos Cem Mil 5º lugar na Série A
Sampdoria detalhes Génova Estádio municipal 9º lugar na Série A
SPAL detalhes Ferrara Estádio municipal 9º lugar na Série A
Talmone Turin detalhes Turin Estádio municipal 7º lugar na Série A
Triestina detalhes Trieste Estádio municipal 1º lugar na Série B, promovido
Udinese detalhes Udine Moretti Stadium 9º lugar na Série A

Treinadores

Treinadores e recordistas

Pelotão Treinador Jogador mais presente [3] Artilheiro [3]
Alexandria Itália Franco Pedroni e Itália Luciano Robotti Itália Umberto Boniardi (31) Argentina Juan Carlos Heels (9)
Bari Itália Paolo Tabanelli Itália Enzo Magnanini ,
Itália Mario Mazzoni ,
Itália Gianni Seghedoni (33)
Itália Paolo Erba (8)
Bolonha Itália Alfredo Foni Itália Mirko Pavinato (33) Itália Ezio Pascutti (17)
Fiorentina [4] Itália Luigi Ferrero e Hungria Lajos Czeizler (DT) (1 ° a 29 °)
Itália Luigi Ferrero (30-34)
Itália Enzo Robotti (34) Suécia Kurt Hamrin (26)
Génova Itália Annibale Frossi Itália Mario Pantaleoni (III) (33) Itália Paolo Barison (14)
Inter [5] Itália Giuseppe Bigogno (1 ° a 22 °)
Dinamarca Frank Pedersen e Itália Aldo Campatelli (consultor) ( 23-34 )
Argentina Antonio Angelillo (33) Argentina Antonio Angelillo (33)
Juventus [6] [7] Itália Teobaldo Depetrini e Iugoslávia Ljubiša Broćić (DT) (1 ° a 8 °)
Itália Teobaldo Depetrini (9 a 23)
Itália Teobaldo Depetrini e Argentina Itália Renato Cesarini (DT) (24-34)
Itália Giuseppe Corradi (32) Gales John Charles (19)
LR Vicenza Itália Roberto Lerici Itália Guglielmo Burelli ,
Itália Giulio Savoini (34)
Itália Renzo Cappellaro ,
Itália Giulio Savoini (10)
Lazio Itália Fulvio Bernardini Brasil Humberto Tozzi (33) Brasil Humberto Tozzi (14)
Milão [8] Itália Luigi Bonizzoni e Itália Giuseppe Viani (DT) Itália Alfio Fontana ,
Itália Cesare Maldini (34)
Brasil José Altafini (28)
Nápoles Itália Amedeo Amadei Itália Elia Greco (34) Brasil Emanuele Del Vecchio (13)
Padua Itália Nereo Rocco Itália Antonio Pin ,
Itália Aurelio Scagnellato (34)
Itália Sergio Brighenti (18)
Roma [9] [10] Suécia Gunnar Nordahl (III) e Itália Antonio Busini (III) (DT) (1 ° a 7 °)
Suécia Gunnar Nordahl (III) e Hungria György Sárosi (I) (DT) (8-24)
Suécia Gunnar Nordahl (III) (25-34)
Itália John Griffith ,
Suécia Arne Selmosson (33)
Suécia Arne Selmosson (16)
Sampdoria Itália Renato Gei e Itália Eraldo Monzeglio (DT) Itália Gaudenzio Bernasconi ,
Itália Aurelio Milani ,
Itália Azeglio Vicini (34)
Itália Aurelio Milani (13)
SPAL Itália Fioravante Baldi Itália Edoardo Dal Pos ,
Itália Aulo Gelio Lucchi (29)
Itália Egidio Morbello (9)
Talmone Turin [11] [12] [13] Itália Federico Allasio (1º a 12º)
Itália Quinto Bertoloni (13 a 15)
Itália Giacinto Ellena (16º)
Itália Giacinto Ellena e Hungria Imre Senkey (DT) ( 17-34 )
Itália Enzo Bearzot ,
França Antoine Bonifaci (33)
Itália Giuseppe Virgili (10)
Triestina [14] Itália Aldo Olivieri (1 a 17)
Itália Guglielmo Trevisan (18-34)
Itália Adelchi Brach (33) Itália Sergio Santelli (11)
Udinese [15] Itália Luigi Miconi (1º a 11º)
Itália Severino Feruglio (12-34)
Itália Alcide Baccari (34) Itália Lorenzo Bettini ,
Argentina Luis Pentrelli (7)

Classificação final

Pos. Pelotão Pt G. V. Não. P. GF GS
Scudetto.svg 1 Milão 52 34 20 12 2 84 32
2 Fiorentina 49 34 20 9 5 95 35
3 Inter 46 34 20 6 8 77 41
4 Juventus 42 34 16 10 8 74 51
5 Sampdoria 38 34 15 8 11 50 44
6 Roma 35 34 12 11 11 57 41
7 Lanerossi Vicenza 34 34 13 8 13 41 41
7 Padua 34 34 13 8 13 50 52
7 Nápoles 34 34 9 16 9 39 50
10 Bolonha 31 34 10 11 13 47 53
11 Bari 30 34 9 12 13 38 49
11 Génova 30 34 10 10 14 44 62
11 Lazio 30 34 10 10 14 37 54
14 Alexandria 28 34 8 12 14 33 57
15 Udinese 27 34 8 11 15 32 59
16 SPAL 26 34 8 10 16 29 48
1downarrow red.svg 17 Triestina 23 34 6 11 17 34 56
1downarrow red.svg 17 Talmone Turin 23 34 6 11 17 36 72

Lenda:

      Campeão italiano e qualificado na Copa da Europa de 1959-1960 .
      Transferido para a Série B 1959-1960 .

Observação:

Dois pontos para vencer, um para empatar, zero para derrotar.
Os empates estavam em vigor e, em caso de empate, foram realizados os play-offs necessários.

Time campeão

Ícone da lupa mgx2.svg O mesmo tópico em detalhes:Milan Football Association 1958-1959 .
Treinamento típico [16] Jogadores (aparições)
Itália Lorenzo Buffon (25)
Itália Alfio Fontana (34)
Itália Francesco Zagatti (33)
Suécia Nils Liedholm (30)
Itália Cesare Maldini (34)
Itália Vincenzo Occhetta (25)
Itália Carlo Galli (30)
Itália Juan Alberto Schiaffino (27)
Brasil José Altafini (32)
Itália Ernesto Grillo (27)
Itália Giancarlo Danova (30)
Outros jogadores : Gastone Bean (19), Giancarlo Bacci (11), Narciso Soldan (8), Sandro Salvadore (3), Giancarlo Migliavacca (2), Luigi Radice (2), Eros Beraldo (1), Bruno Ducati (1) .

Resultados

Placar

ALE BARRA BOL FIO JAN INT JUV LR LAZ MIL SESTA ALMOFADA ROM SPA SAM TAL TRI UDI
Alexandria –––– 2-1 1-0 1-4 0-0 1-1 2-2 1-0 0-2 1-2 2-1 1-3 1-1 2-0 1-1 0-0 4-3 1-1
Bari 1-0 –––– 0-0 1-2 1-2 1-2 1-1 2-2 2-2 0-2 0-0 1-0 2-1 2-1 2-1 4-1 0-0 2-1
Bolonha 4-0 1-1 –––– 0-4 2-1 2-2 4-1 1-0 1-1 1-1 1-1 2-0 1-0 3-2 1-2 0-0 0-2 2-0
Fiorentina 7-1 4-0 6-3 –––– 7-1 4-0 3-3 3-1 1-1 1-3 4-1 3-0 1-1 1-2 4-1 4-0 4-1 7-0
Génova 1-1 1-0 1-0 0-0 –––– 4-2 0-1 0-1 0-0 0-2 3-3 2-1 2-2 0-3 0-0 3-0 1-1 1-0
Inter 1-0 2-1 5-1 1-3 4-1 –––– 1-3 2-0 4-0 1-0 1-1 3-0 3-2 8-0 5-1 1-0 1-0 5-0
Juventus 2-2 2-2 2-2 3-2 4-3 3-2 –––– 2-3 6-1 4-5 2-0 2-1 2-0 1-1 1-0 4-3 4-0 3-0
LR Vicenza 1-0 0-0 1-1 1-2 1-2 2-1 1-0 –––– 1-0 2-0 2-3 3-2 4-1 1-1 1-2 2-0 5-4 2-0
Lazio 0-2 3-2 2-1 0-0 2-4 1-2 1-0 0-1 –––– 0-0 0-0 1-1 1-3 4-0 1-0 2-0 3-1 1-1
Milão 5-1 4-2 4-3 2-0 4-0 1-1 1-1 0-0 5-0 –––– 6-1 4-1 4-1 0-0 4-1 5-1 2-0 7-0
Nápoles 0-0 1-2 4-2 2-3 2-2 1-0 0-0 1-0 1-1 0-1 –––– 2-1 3-0 0-0 3-2 2-2 1-0 1-1
Padua 0-0 0-0 1-0 1-1 4-2 2-0 1-4 3-1 3-1 0-1 0-0 –––– 3-3 2-1 2-1 4-0 2-2 2-1
Roma 0-2 3-1 0-1 0-0 5-0 2-2 3-0 3-1 3-0 1-1 8-0 1-1 –––– 2-0 1-0 4-1 1-0 3-0
SPAL 1-1 0-1 0-1 0-0 1-5 0-1 0-0 0-0 0-3 1-1 2-1 0-2 1-0 –––– 1-2 3-0 4-0 0-1
Sampdoria 3-1 3-0 2-1 1-1 2-1 2-4 3-2 2-0 1-2 0-0 0-0 3-0 0-0 1-1 –––– 3-0 2-0 3-1
Talmone Turin 6-1 2-2 2-2 0-6 0-0 0-5 3-2 1-1 1-0 3-3 1-2 3-1 2-2 1-0 1-2 –––– 1-0 0-1
Triestina 2-0 0-0 3-2 1-3 2-1 1-1 0-3 0-0 3-0 2-2 0-0 2-4 1-0 0-1 1-2 1-1 –––– 1-1
Udinese 1-0 3-1 1-1 2-0 4-0 1-3 0-4 1-0 4-1 2-2 1-1 1-2 0-0 1-2 1-1 0-0 0-0 ––––

Calendário

para fora (1ª) 1º dia retorno (18º)
21 set 0-0 Bari-Bologna 1-1 1 de fevereiro
3-1 Fiorentina-LR Vicenza 2-1
3-3 Gênova-Nápoles 2-2
1-0 Lazio-Sampdoria 2-1
2-0 Milan-Triestina 2-2
3-3 Pádua-Roma 1-1 [17]
0-0 SPAL-Juventus 1-1
6-1 Talmone Turin-Alessandria 0-0
1-3 Udinese-Inter 0-5
para fora (2ª) 2º dia retorno (19)
28 set 1-4 Alessandria-Fiorentina 1-7 8 de fevereiro
2-1 Bolonha-Gênova 0-1
3-0 Inter-Padua 0-2
3-0 Juventus-Udinese 4-0
1-0 LR Vicenza-Lazio 1-0
0-1 Nápoles-Milão 1-6
3-1 Roma-Bari 1-2
3-0 Sampdoria-Talmone Torino 2-1
0-1 Triestina-SPAL 0-4


para fora (3ª) 3º dia retorno (20ª)
5 de outubro 1-1 Fiorentina-Lazio 0-0 15 de fevereiro
4-2 Genoa-Inter 1-4
4-2 Milan-Bari 2-0
3-2 Napoli-Sampdoria 0-0
1-4 Pádua-Juventus 1-2
1-0 Roma-Triestina 0-1
1-1 SPAL-Alessandria 0-2
1-1 Talmone Torino-LR Vicenza 0-2
1-1 Udinese-Bologna 0-2
para fora (4º) 4º dia retorno (21)
12 de outubro 1-3 Alessandria-Padua 0-0 22 de fevereiro
4-1 Bari-Talmone Torino 2-2
1-0 Bolonha-Roma 1-0
8-0 Inter vs. SPAL 1-0
2-0 Juventus-Napoles 0-0
1-2 LR Vicenza-Genoa 1-0
1-1 Lazio-Udinese 1-4
0-0 Sampdoria-Milan 1-4
1-3 Triestina-Fiorentina 1-4


para fora (5º) 5º dia retorno (22)
19 de outubro 4-0 Fiorentina-Inter 3-1 8 mar.
1-0 Genoa-Bari 2-1
5-1 Milan-Alessandria 2-1
1-0 Nápoles-LR Vicenza 3-2
1-0 Pádua-Bolonha 0-2
3-0 Roma-Juventus 0-2
0-3 SPAL-Lazio 0-4
1-0 Talmone Turin-Triestina 1-1
1-1 Udinese-Sampdoria 1-3
para fora (6º) 6º dia retorno (23)
26 de outubro 0-0 Alexandria-Gênova 1-1 15 mar.
1-0 Bari-Padua 0-0
3-2 Bologna-SPAL 1-0
3-2 Inter-Roma 2-2
4-3 Juventus-Talmone Torino 2-3
2-0 LR Vicenza-Milan 0-0
0-0 Lazio-Napoles 1-1
1-1 Sampdoria-Fiorentina 1-4
1-1 Triestina-Udinese 0-0


para fora (7º) 7º dia retorno (24º)
2 de novembro 2-2 Bari-Lazio 2-3 22 mar.
3-3 Fiorentina-Juventus 2-3
1-1 Gênova-Triestina 1-2
1-1 Milan-Inter 0-1
2-1 Nápoles-Pádua 0-0
3-1 Roma-LR Vicenza 1-4
1-2 SPAL-Sampdoria 1-1
2-2 Talmone Torino-Bolonha 0-0
1-0 Udinese-Alessandria 1-1
para fora (8º) 8º dia retorno (25º)
16 nov. 2-1 Alessandria-Bari 0-1 29 mar.
0-2 Bolonha-Triestina 2-3
2-0 Inter-LR Vicenza 1-2
4-5 Juventus-Milan 1-1
2-0 Lazio-Talmone Torino 0-1
3-0 Nápoles-Roma 0-8
1-1 Padua-Fiorentina 0-3
2-1 Sampdoria-Genoa 0-0
1-2 Udinese-SPAL 1-0


para fora (9º) 9º dia retorno (26)
23 nov. 1-1 Bari-Juventus 2-2 5 abr.
6-3 Fiorentina-Bologna 4-0
1-0 Gênova-Udinese 0-4
5-1 Inter-Sampdoria 4-2
1-0 LR Vicenza-Alessandria 0-1
1-1 Roma-Milão 1-4
0-2 SPAL-Padua 1-2
1-2 Talmone Torino-Nápoles 2-2
3-0 Triestina-Lazio 1-3
para fora (10º) 10º dia retorno (27)
30 de novembro 4-3 Alessandria-Triestina 0-2 12 abr.
2-2 Bolonha v Inter 1-5
2-3 Juventus-LR Vicenza 0-1
1-3 Lazio-Roma 0-3
2-0 Milan-Fiorentina 3-1
0-0 Nápoles-SPAL 1-2
4-2 Pádua-Gênova 1-2
3-0 Sampdoria-Bari 1-2
0-0 Udinese-Talmone Torino 1-0


só ida (11º) 11º dia retorno (28º)
7 dez. 0-2 Alessandria-Lazio 2-0 19 abr.
4-0 Fiorentina-Bari 2-1
1-3 [18] Inter-Juventus 2-3
1-1 LR Vicenza-Bologna 0-1
3-0 Roma-Udinese 0-0
3-0 Sampdoria-Padua 1-2
1-1 SPAL-Milan 0-0
0-0 Talmone Turin-Genoa 0-3
0-0 Triestina-Nápoles 0-1
só ida (12º) 12º dia retorno (29ª)
21 dez. 2-2 Bari-LR Vicenza 0-0 26 de abril
2-2 [19] Gênova-Roma 0-5
1-0 Juventus-Sampdoria 2-3
2-1 Lazio-Bologna 1-1
5-1 Milan-Talmone Torino 3-3
0-0 Nápoles-Alexandria 1-2
2-1 Pádua-Udinese 2-1
0-0 SPAL-Fiorentina 2-1
1-1 Triestina v Inter 0-1


só ida (13º) 13º dia retorno (30ª)
28 dez. 2-2 Alessandria-Juventus 2-2 17 de maio
1-1 Bolonha-Nápoles 2-4
7-1 Fiorentina-Genoa 0-0
3-2 LR Vicenza-Padua 1-3
5-0 AC Milan-Lazio 0-0
2-0 Roma-SPAL 0-1
2-0 Sampdoria-Triestina 2-1
0-5 Talmone Turin-Inter 0-1
3-1 Udinese-Bari 1-2
só ida (14º) 14º dia retorno (31ª)
4 de janeiro 7-0 Fiorentina-Udinese 0-2 24 de maio
0-2 Gênova-Milão 0-4
1-1 Inter-Napoli 0-1
2-2 Juventus-Bologna 1-4
1-2 LR Vicenza-Sampdoria 0-2
3-1 Padua-Lazio 1-1
0-2 [20] Roma-Alexandria 1-1
3-0 SPAL-Talmone Torino 0-1
0-0 Triestina-Bari 0-0


só ida (15º) 15º dia retorno (32ª)
11 de janeiro 1-2 Bari-Inter 1-2 28 de maio
4-0 Bolonha-Alexandria 0-1
2-4 Lazio-Genoa 0-0
4-1 Milan-Padua 1-0
1-1 Napoli-Udinese 1-1
0-0 Sampdoria-Roma 0-1
0-0 SPAL-LR Vicenza 1-1
0-6 Talmone Turin-Fiorentina 0-4
0-3 Triestina-Juventus 0-4
para fora (16º) 16º dia retorno (33ª)
18 de janeiro 1-2 Bolonha-Sampdoria 1-2 2 de junho
0-3 Genoa-SPAL 5-1
1-0 Inter-Alexandria 1-1
6-1 Juventus-Lazio 0-1
5-4 LR Vicenza-Triestina 0-0
1-2 Napoles-Bari 0-0
4-0 Padua-Talmone Torino 1-3
0-0 [17] Roma-Fiorentina 1-1
2-2 Udinese-Milan 0-7


para fora (17) 17º dia retorno (34ª)
25 de janeiro 1-1 Alessandria-Sampdoria 1-3 7 de junho
2-1 Bari-SPAL 1-0
4-1 Fiorentina-Nápoles 3-2
0-1 Gênova-Juventus 3-4
2-0 LR Vicenza-Udinese 0-1
1-2 Lazio-Inter 0-4
4-3 Milão-Bolonha 1-1
2-2 Talmone Torino-Roma 1-4
2-4 Triestina-Padua 2-2

Estatisticas

Times

Líderes solitários

—— —— —— —— —— —— —— —— —— —— —— —— —— —— —— —— —— —— —— —— —— —— —— —— —— —— —— —— —— —— —— —— —— ——
Mil Fio Fio Mil Milão Milão Fio Mil Milão
5 ª 10º 11º 12º 13º 14º Dia 15 Dia 16 Dia 17 18º 19º 20ª 21º 22ª 23º 24º Dia 25 26ª Dia 27 28º 29ª 30º 31º 32ª 33ª 34º

Individual

Melhores pontuadores

Merecem destaque os cinco golos marcados por Antonio Angelillo na Inter-Spal por 8-0 na quarta jornada. Em vez disso, Arne Selmosson foi o autor de um quadripleto em Roma-Gênova por 5 a 0 na 29ª rodada. [21]

Metas Penalidades Jogador Pelotão
33 4 Argentina Antonio Angelillo Inter
28 Brasil José Altafini Milão
26 Suécia Kurt Hamrin Fiorentina
22 1 Itália Miguel Montuori Fiorentina
20 Itália Eddie Firmani Inter
19 2 Gales John Charles Juventus
18 Itália Sergio Brighenti Padua
17 Itália Ezio Pascutti Bolonha
16 Itália Giancarlo Danova Milão
16 Suécia Arne Selmosson Roma
15 Itália Dino da Costa Roma
15 Argentina Omar Sívori Juventus
14 5 Itália Paolo Barison Génova
14 3 Itália Francisco Lojacono Fiorentina
14 Brasil Humberto Tozzi Lazio

Observação

  1. ^ Giansandro Mosti, Viola Almanac 1926-2004 , Florença, Scramasax, 2004, p. 266.
  2. ^ Fiorentina sozinha no comando ( PDF ) [ link quebrado ] , em l'Unità , 27 de outubro de 1958, p. 3
  3. ^ a b Melegari , 487
  4. ^ Terremoto técnico em Fiorentina, Lajos Czeizler torpedeado oficialmente , em dlib.coninet.it , Il Corriere dello Sport, n. 108, 9 de maio de 1959, p. 1
  5. ^ Campatelli-Pedersen ao leme do Inter , em dlib.coninet.it , Il Corriere dello Sport, n. 60, 11 de março de 1959, p. 5
  6. ^ A partida de Brocic é definitiva na Juve , em dlib.coninet.it , Il Corriere dello Sport, n. 275, 19 de novembro de 1958, p. 1
  7. ^ Renato Cesarini DT de Juventus , em dlib.coninet.it , Il Corriere dello Sport, n. 65, 17 de março de 1959, p. 5
  8. ^ História da temporada em Magliarossonera.it
  9. ^ Sarosi exibiu seu programa durante uma conferência de imprensa em dlib.coninet.it , Il Corriere dello Sport, n. 263, 5 de novembro de 1958, p. 4
  10. ^ Giorgio Sarosi renuncia, Nordahl ao leme de Roma , em dlib.coninet.it , Il Corriere dello Sport, n. 71, 24 de março de 1959, p. 5
  11. ^ Allasio renunciou da liderança de Talmone Torino , em dlib.coninet.it , Il Corriere dello Sport, n. 303, 23 de dezembro de 1958, p. 1
  12. ^ Treinador provisório de Ellena em Talmone Torino , em dlib.coninet.it , Il Corriere dello Sport, n. 12, 14 de janeiro de 1959, p. 8
  13. ^ Senkey no guia técnico de Talmone Torino , em dlib.coninet.it , Il Corriere dello Sport, n. 18, 21 de janeiro de 1959, p. 1
  14. ^ O treinador Olivieri exonerado de Triestina , em dlib.coninet.it , Il Corriere dello Sport, n. 22, 26 de janeiro de 1959, p. 6
  15. ^ Feruglio desde ontem à frente da Udinese , em dlib.coninet.it , Il Corriere dello Sport, n. 298, 17 de dezembro de 1958, p. 4
  16. ^ Temporada de Milão 1958/59 , em maxbasten.wordpress.com .
  17. ^ a b jogado em Livorno.
  18. ^ Suspenso aos 58 'devido ao nevoeiro e recuperado no dia 18 de dezembro seguinte.
  19. ^ Jogado em 1º de janeiro de 1959.
  20. ^ Resultado por julgamento desportivo: o jogo terminou com o resultado de 1-1, mas após a leitura do relatório do árbitro foi transformado em 0-2 devido à invasão do campo pelos adeptos da Roma.
  21. ^ Serie A 1958-1959 Rsssf.com

Bibliografia

  • Almanaque ilustrado de futebol , Milão, Rizzoli Editore, 1958 e 1959.
  • Carlo Fontanelli, Annogol 1958-59 , Empoli (FI), Geo Edizioni Srl, janeiro de 2004.
  • Fabrizio Melegari (editado por). Almanaque ilustrado do futebol - História 1898-2004 , Modena, Panini, 2005.

Outros projetos

Calcio Portale Calcio : accedi alle voci di Wikipedia che trattano di calcio