Sergio Pérez (piloto de corrida)

Da Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para a navegação Ir para a pesquisa
Sergio Pérez
Sergio Pérez 2019 (cortado) .jpg
Pérez em 2019
Nacionalidade México México
Altura 173 cm
Peso 64 kg
Automobilismo Capacete Kubica BMW.svg
Categoria Fórmula 1
Função Piloto
Pelotão Red Bull
Carreira
Carreira de Fórmula 1
Estréia 27 de março de2011
Temporadas2011 -
Estábulos Sauber 2011-2012
McLaren em 2013
Índia / Reino Unido Force India 2014-2018
Racing Point 2019-2020
Red Bull 2021-
Melhor resultado final 4º (2020 )
GP disputou 204 (202 partidas)
GPs venceram 2
Pódios 12
Pontos obtidos 810
Voltas rápidas 5
Estatísticas atualizadas para o Grande Prêmio da Hungria de 2021

Sergio Pérez Mendoza, disse Checo ( Guadalajara , 26 de janeiro de 1990 [1] ), é um piloto mexicano de corrida que corre para o estábulo da Fórmula 1 Red Bull .

Ele é o irmão mais novo do piloto Antonio Pérez, ativo na NASCAR Mexico Series .

Ele fez sua estreia na Fórmula 1 em2011 com a Sauber . Natemporada seguinte , ele coleta excelentes resultados (incluindo, destacamos três pódios) que estão ganhando a mudança para a McLaren em 2013, substituindo o britânico Lewis Hamilton. No entanto, após uma temporada que é tudo menos emocionante e cheia de resultados (e que, na verdade, muitas vezes o vê lutando com seu companheiro de equipe, Jenson Button) com a equipe britânica, ele é contratado pela Force India (que mais tarde se tornou Racing Point ): nestas duas equipes, Perez alcançou globalmente o pódio em sete corridas. Além disso, em2020 , ele obteve a primeira vitória de sua carreira ao vencer o Grande Prêmio de Sakhir , tornando-se o segundo mexicano depois de Pedro Rodríguez de la Vega a ganhar um Grande Prêmio (bem como o primeiro de sempre, na história da Fórmula 1, ganhar um Grande Prêmio depois de ser classificado em último no final da primeira volta).

Carreira

O começo

Pérez começou a correr com karts em 1996 [2] , que nesse período obteve 4 vitórias e terminou em segundo. Em 1997 participou da Categoria Jovem, tornando-se o piloto mais jovem, obtendo uma vitória, 5 pódios e terminando em 4º no campeonato. Em 1998 voltou a competir nesta categoria, na qual obteve 8 vitórias; no final do ano torna-se campeão e o "piloto mais jovem" a fazê-lo. Na temporada de 1999 correu na categoria Shifter 80cc onde acumulou 3 vitórias e terminou o campeonato na 3ª posição. Da mesma forma, torna-se o piloto mais jovem a vencer uma corrida na categoria, após ter obtido uma autorização especial da Federação para poder participar na Shifter 80cc. Em 2000 ele participou de 3 corridas na categoria 125cc Shifter no Desafio Telmex. No ano seguinte participa no Shifter regional de 125cc e vence o campeonato tornando-se no piloto mais jovem a competir na categoria. L'Escudería Telmex, o projeto de promoção de jovens talentos no México, começa a se interessar por suas performances. Com 6 vitórias em 2002, ele foi nomeado vice-campeão nacional no México na categoria 125cc Shifter.

Em 2003 foi o líder em dois campeonatos nas 125cc Shifter, mas a sua licença foi retirada nas últimas 7 corridas. Porém, o Desafio Telmex termina na terceira posição, além de terminar em segundo na Copa do México. No mesmo ano ele é convidado a participar do Easy Karts 125 Shootout em todo o mundo; consegue se qualificar e ser nomeado o piloto mais jovem da categoria.

Em 2004 mudou-se para o carro, quando participou do campeonato americano Skip Barber Formula Dodge Series ao volante de um carro patrocinado pela empresa mexicana de telecomunicações Telmex , terminando em décimo primeiro lugar e sendo eleito o melhor estreante ottienendo cinco pódios. Torne-se o mais jovem piloto mexicano a vencer uma corrida de carros de Fórmula no exterior, batendo Ricardo Rodríguez . Além disso, ele conquistou uma vitória ao ser convidado para a Fórmula V em Guadalajara , sua cidade natal, e em sete corridas ficou entre os 10 primeiros.

Em 2005 mudou-se para a Europa para participar do campeonato alemão de Fórmula BMW ADAC . Ele terminou a temporada em 14º lugar, pilotando pelo Team Rosberg . No ano seguinte terminou o campeonato na 6ª posição. Ao mesmo tempo, no campeonato A1 Grand Prix , Perez decolou em um único teste para 'A1 Team Mexico, tornando-se o terceiro piloto mais jovem a participar da competição.

Em 2007 ele passou para o F3 britânico . Ele competiu na Classe Nacional - para chassis mais antigos - com a equipe T-Sport, vencendo o campeonato por uma margem confortável. Ele venceu dois terços das corridas, obtendo o máximo de pole position . No ano seguinte, o mexicano e a equipe T-Sport foram para a liga principal da classe internacional, onde Pérez foi um dos poucos pilotos a estar equipado com um motor Mugen Honda . Depois de liderar o campeonato no início da temporada, acabou terminando em 4º lugar.

GP2 Series

No final da temporada de 2008, Pérez fechou acordo com o Grande Prêmio de Campos para disputar o campeonato GP2 Asia Series 2008-2009 como companheiro de equipe do piloto russo Vitaly Petrov , tornando-se o primeiro mexicano a competir neste nível desde que Giovanni Aloi assumiu parte do campeonato internacional de Fórmula 3000 em 1990 . Pérez obteve duas vitórias e sétimo lugar na classificação geral.

Ele então se mudou para o Arden International para a temporada 2009 da GP2 Series , pilotando ao lado do campeão da Fórmula 3 Edoardo Mortara . Pérez terminou em 12º na classificação, com um segundo lugar em Valência como seu melhor resultado. No final da temporada disputou duas corridas da GP2 Asia Series 2009-2010 pela Barwa Addax, explorando-as como teste para a temporada 2010 da GP2 , que sempre competiu com a equipa espanhola. [3] No campeonato da GP2, o piloto mexicano ganhou destaque, conquistando cinco vitórias e disputando o título para o Pastor Maldonado até a penúltima corrida da temporada.

Fórmula 1

2011-2012: Sauber

2011
Ícone da lupa mgx2.svg O mesmo tópico em detalhes: Campeonato Mundial de Fórmula 1 de 2011 .

Em 4 de outubro de 2010 a Sauber anunciou a contratação de Pérez para as próximas duas temporadas da Fórmula 1, ao lado do japonês Kamui Kobayashi . O piloto mexicano liderou a equipe suíça com o apoio econômico da Telmex , que o apoiou durante a maior parte de sua carreira. [4]

Perez vai treinar para o Grande Prêmio da Malásia de 2011

Pérez então fez sua estreia na Fórmula 1 no Grande Prêmio da Austrália de 2011, em Melbourne. O mexicano se destacou imediatamente, terminando em sétimo após ser o único a completar a prova com uma única troca de pneus, mas foi desclassificado por uma irregularidade na asa traseira do carro. Depois de três corridas sem detalhes nítidos, no Grande Prêmio da Espanha Perez conquistou a nona colocação e os primeiros pontos de sua carreira. Durante a qualificação para o Grande Prêmio de Mônaco, o piloto mexicano sofreu um acidente violento na saída do túnel, não competindo na corrida por medo das consequências do acidente. No final dos treinos livres para o próximo Grande Prêmio do Canadá, Perez acusou desconforto e foi substituído por de la Rosa para o resto da corrida do fim de semana.

Ele voltou regularmente à pista no Grande Prêmio da Europa , o próximo Grande Prêmio da Inglaterra, o piloto mexicano teve a melhor colocação na temporada, cruzando a linha em sétimo lugar. No resto da temporada Pérez não alcançou resultados particularmente importantes, alcançando a área de pontuação em outras três ocasiões e terminando em décimo sexto lugar na classificação geral, com 14 pontos.

2012
Ícone da lupa mgx2.svg O mesmo tópico em detalhes: Campeonato Mundial de Fórmula 1 de 2012 .
Perez se comprometeu durante a qualificação para o Grande Prêmio da Malásia de 2012 . Na corrida ele conquistou seu primeiro pódio, ficando em segundo lugar.

A temporada de 2012 começou positivamente para Pérez, que após oitavo lugar no Grande Prêmio da Austrália, conquistou o primeiro pódio de sua carreira no Grande Prêmio da Malásia , no qual alcançou a linha de chegada em segundo lugar após lutar pela vitória com Fernando Alonso . Depois de várias corridas fora dos pontos, no Grande Prêmio do Canadá, o mexicano acabou voltando ao pódio, terminando em terceiro após largar da décima quinta posição.

No Grande Prêmio da Alemanha, Pérez cruzou a linha na sexta posição após uma recuperação da décima sétima posição do grid, enquanto no Grande Prêmio da Bélgica se envolveu em um acidente na primeira curva e teve que se retirar após se classificar na quarta posição . Pérez teve oportunidade de se referir no próximo Grande Prêmio da Itália , onde, graças a uma boa estratégia, voltou da décima quinta posição do grid para a segunda posição, atrás de Lewis Hamilton . Após o Grande Prêmio de Cingapura, ele foi anunciado sua mudança para a McLaren para a temporada seguinte; a partir daquele momento, porém, Pérez não conseguiu mais somar pontos, obtendo duas décimas primeiras colocações como melhor resultado nas últimas seis corridas do campeonato. O mexicano fechou 2012 em décimo lugar na classificação geral, com 66 pontos.

2013: McLaren

2013
Ícone da lupa mgx2.svg O mesmo tópico em detalhes: Campeonato Mundial de Fórmula 1 2013 .
Sergio Perez no Grande Prêmio da Malásia de 2013

A 28 de setembro de 2012 foi oficializada sua mudança para a McLaren para a temporada de 2013 no lugar de Lewis Hamilton , passado a Mercedes . [5] .

Nas primeiras corridas da nova temporada, porém, o mexicano não obteve bons resultados, também pela baixa competitividade do carro: nos três primeiros Grandes Prêmios Pérez somou pontos na Malásia , onde cruzou a meta na nona posição após marcar. a volta de corrida mais rápida pela segunda vez em sua carreira. No Bahrein o piloto mexicano tornou-se protagonista de várias ultrapassagens, conquistando a sexta colocação; Ele voltou aos pontos no próximo Grande Prêmio , terminou em nono lugar.

A Monaco Pérez veio à tona pela conduta da corrida bastante agressiva: o piloto mexicano ultrapassou o companheiro de equipe Button e Fernando Alonso , mas mais tarde esteve em contato com Kimi Räikkönen e retirou-se algumas voltas do final para um contato com uma Parede.

Depois de três corridas consecutivas sem pontuar, voltou a marcar pontos no Grande Prêmio da Alemanha , em que cruzou a linha na oitava colocação. No Grande Prêmio da Índia Pérez conquistou o melhor resultado para si e para a equipe, chegando em quinto após muito tempo ocupando as primeiras posições. No entanto, após o Grande Prêmio de Abu Dhabi, o mesmo piloto mexicano ramificou um comunicado oficial no qual anunciou que não estava confirmado para a temporada seguinte à equipe britânica [6] , que preferiu o estreante Kevin Magnussen .

2014-2018: Force India

2014
Ícone da lupa mgx2.svg O mesmo tópico em detalhes: Campeonato Mundial de Fórmula 1 de 2014 .
O mexicano no Grande Prêmio do Bahrain de 2014.

Em dezembro de 2013 foi oficialmente anunciada a passagem de Pérez para a Force India para a temporada de 2014, possibilitada também graças ao apoio de patrocinadores pessoais estimados em cerca de 15 milhões [7] . O piloto mexicano foi torcer para o alemão Nico Hülkenberg .

A estreia na nova equipa foi difícil para Pérez, que na primeira corrida da temporada, na Austrália , foi claramente derrotado pelo companheiro de equipa, terminando em décimo depois de largar da décima sexta posição, enquanto no Grande Prémio da Malásia seguinte foi forçado a abandonar antes da partida devido a um problema técnico. Depois dessas decepções, Pérez superou no Bahrein , onde conquistou a terceira etapa do pódio depois de largar da quarta posição do grid.

Após obter dois nove lugares na China e na Espanha , em Mônaco o mexicano sai de cena na primeira volta após contato com Jenson Button . Também no Grande Prêmio do Canadá, Pérez, depois de ocupar há muito tempo as primeiras posições, se envolve em um acidente com Felipe Massa , após o qual foi penalizado por cinco lugares no grid de largada para o próximo Grande Prêmio da Áustria .

Apesar da penalidade, o mexicano conseguiu marcar pontos, conquistando a sexta colocação graças a uma tática de corrida bem-sucedida. Na segunda metade da temporada, ele diminuiu a competitividade do carro, mas Perez conseguiu tirar uma série de cinco resultados úteis do Grande Prêmio da Bélgica . A série foi interrompida no Grande Prêmio dos Estados Unidos , onde o piloto mexicano se aposentou após fazer contato com Adrian Sutil .

Perez fechou a temporada com a sétima colocação na final do Grande Prêmio de Abu Dhabi , conquistando a décima colocação na classificação geral com 59 pontos.

2015
Ícone da lupa mgx2.svg O mesmo tópico em detalhes: Campeonato Mundial de Fórmula 1 2015 .
Pérez travou um duelo com Sainz durante o Grande Prêmio de 2015 , que fechou em oitavo

A temporada de 2015 foi um começo difícil para a Force India , que conseguiu colocar o novo VJM08 nas pistas apenas na última sessão de testes de inverno. [8] no Grande Prêmio da Austrália inaugural, em uma corrida marcada por vários recuos, Perez cruzou a meta em décimo lugar, mas logo à frente de Jenson Button da McLaren.

No início do ano, o piloto mexicano conseguiu alguns resultados significativos, com um sétimo lugar no melhor resultado do Grande Prêmio da Áustria . No Grande Prêmio da Grã-Bretanha Force India, ele apresentou uma versão profundamente evoluída do carro, que se revelou muito mais competitiva. Na Bélgica, Pérez saiu da quarta posição do grid, ocupando também a segunda colocação nas primeiras voltas e cruzando a linha de chegada na quinta colocação. No Grande Prêmio da Rússia, o piloto mexicano explorou uma troca precoce de pneus e levou a cabo o regime de safety car para subir até a terceira posição. Nas últimas voltas Perez perdeu sua posição em favor de Valtteri Bottas e Kimi Räikkönen , entretanto, conquistando o pódio após o contato entre os dois pilotos finlandeses na última volta. Confirmando o progresso do carro, ele obteve dois quintos lugares e conseguiu colocar seu carro na segunda linha durante a qualificação para o Grande Prêmio de Abu Dhabi . Ele fechou então a temporada na nona colocação, à frente do companheiro de equipe .

2016
Ícone da lupa mgx2.svg O mesmo tópico em detalhes: 2016 Formula 1 World Championship .
Perez em Mônaco, onde conquistará um pódio na frente de Sebastian Vettel.

Depois de começar a temporada sem sorte (zero pontos nas 3 primeiras corridas), o Grande Prêmio da Rússia Pérez conquistou seus primeiros pontos chegando em nono. Seguiu-se uma série de outras quatro invencíveis, com um sétimo lugar em Barcelona e dois terceiros lugares em Mônaco e Azerbaijão .

Interrompeu a seqüência positiva do Grande Prêmio da Áustria , no qual foi classificado em décimo sétimo apesar de ter se retirado na fase final da corrida, nas corridas seguintes Pérez continuou obtendo boas colocações, como quinto lugar na Bélgica e quarto no Brasil , subindo em sétimo lugar na classificação geral e fechando com 101 pontos na classificação.

2017
Ícone da lupa mgx2.svg O mesmo tópico em detalhes: Campeonato Mundial de Fórmula 1 2017 .
Pérez no pit lane do Grande Prêmio da Austrália em 2017 .

Em 2017, Perez foi acompanhado pelo francês Esteban Ocon , que havia iniciado na temporada anterior com a Manor . Nas primeiras cinco corridas da temporada, o mexicano continuou a seqüência de resultados de ganhos iniciada em 2016, alcançando o melhor resultado com o quarto lugar no Grande Prêmio da Espanha . Interrompido a sequência com um décimo terceiro lugar no Grande Prêmio de Mônaco , no qual marcou a volta mais rápida, Perez voltou aos pontos no Canadá , onde terminou em quinto na finalização. A corrida canadiana marcou, no entanto, o início de alguns contrastes com o seu companheiro de equipa mais jovem, a quem Perez se recusou a ceder a posição apesar dos avisos nesse sentido recebidos pela equipa [9] .

No próximo Grande Prêmio do Azerbaijão Pérez e Ocon entraram em contato enquanto ocupavam as posições imediatamente atrás do pódio: o piloto mexicano foi derrotado e teve que recuar para os danos causados ​​por seu carro no acidente. Depois de três corridas terminadas com pontuações na Áustria , Grã-Bretanha e Hungria , no Grande Prêmio da Bélgica Pérez voltou a se envolver em confrontos com seu companheiro de equipe: um primeiro contato sem consequências durante a primeira rodada foi seguido por um acidente na fase central da corrida, como resultado do qual Pérez escorregou para a retaguarda. O último incidente levou a equipe a ameaçar suspender os pilotos para uma corrida se houvesse novos contatos [10] . As corridas seguintes Pérez arremessam para marcar pontos com um quinto lugar no Grande Prêmio de Cingapura como seu melhor resultado. O mexicano fechou a temporada na sétima colocação na classificação geral, com 100 pontos.

2018
Ícone da lupa mgx2.svg O mesmo tópico em detalhes: Campeonato Mundial de Fórmula 1 de 2018 .
Pérez em 2018.

O mexicano estreouem 2018 com resultados ruins nas três primeiras corridas. Em Baku , graças a uma corrida incrível e com muitos recuos, subiu ao primeiro pódio da temporada com um terceiro lugar. Ele chegou a pontos mesmo na Espanha com um nono lugar, mas nas próximas duas corridas terminou fora dos pontos, e a França foi forçada a se retirar devido a uma falha mecânica. Pouco antes do Grande Prêmio da Bélgica , em que conquistou a quinta posição na frente de seu companheiro de equipe Esteban Ocon , a Force India foi comprada por um consórcio de empresários (incluindo Lawrence Stroll ) e mudou seu nome para "Racing Point Force India". A equipe perdeu todos os pontos conquistados até aquele momento, mas estes não foram tirados dos pilotos. Nas oito corridas restantes Pérez chegou a pontos seis vezes, com duas sétimas posições na Itália e no Japão como melhores resultados. O mexicano terminou a temporada em oitavo lugar na classificação de pilotos, com 62 pontos, batendo seu companheiro de equipe (que terminou em décimo segundo lugar com 49 pontos). [11]

2019-2020: Racing Point

2019
Ícone da lupa mgx2.svg O mesmo tópico em detalhes: Formula 1 World Championship 2019 .

Em2019 Pérez foi a nova equipe Racing Point , herdeira da Force India . O carro não se mostrou à altura dos implantados nas temporadas anteriores e no Grande Prêmio da Austrália inaugural Perez cruzou a meta na décima terceira posição. Nas três corridas seguintes sempre fechou nos pontos com um sexto lugar no Grande Prémio do Azerbaijão como o seu melhor resultado. Apesar do melhor desempenho na qualificação em relação ao companheiro de equipe Lance Stroll , após a corrida em Baku Perez não conseguiu conquistar mais pontos em oito corridas, ficar parado fica até as férias de verão. Na segunda metade da temporada, as atualizações realizadas pela equipe melhoraram a competitividade do carro e Pérez iniciou uma série de resultados úteis, interrompidos apenas por uma desistência por um problema mecânico no Grande Prêmio de Cingapura . O melhor resultado foi o sexto lugar em Baku, repetido no Grande Prêmio da Bélgica ; Pérez fechou a temporada na décima colocação geral, com 52 pontos.

2020: a vitória em Sakhir
Ícone da lupa mgx2.svg O mesmo tópico em detalhes: Campeonato Mundial de Fórmula 1 de 2020 .

Após boas colocações nas três primeiras corridas do campeonato, foi forçada a não participar do Grande Prêmio da Grã-Bretanha e ao próximo Grande Prêmio do 70º Aniversário após sua positividade para SARS-CoV-2 , e temporariamente cedeu seu lugar para Nico Hülkenberg . Ele voltou do Grande Prêmio da Espanha . Em 9 de setembro de 2020, ele anunciou que a partir da temporada de 2021 não correria mais pela equipe Racing Point.

No Grande Prêmio da Turquia, Perez conseguiu seu primeiro pódio da temporada e terminou a corrida em 2º lugar, enquanto na corrida seguinte abandonou a quatro voltas do final enquanto estava na terceira posição.

No Grande Prêmio, Sakhir obteve sua primeira vitória na Fórmula 1 ao fazer uma recuperação espetacular depois de se envolver em um acidente na primeira volta com Charles Leclerc . Subir no degrau mais alto do pódio estabeleceu um novo recorde para a maioria das corridas (191) antes de chegar ao degrau mais alto do pódio, anteriormente detido por Mark Webber . Ele terminou a temporada na 4ª colocação, com 125 pontos, vencendo mais uma vez o companheiro.

2021-: Red Bull

2021: vitória no Azerbaijão
Ícone da lupa mgx2.svg O mesmo tópico em detalhes: 2021 Formula 1 World Championship .
Pérez na Red Bull em 2021.

Em 18 de dezembro de 2020 , foi anunciado seu noivado por parte da Red Bull Racing para a temporada de 2021, em vez de Alexander Albon (mudou-se para o terceiro papel de motorista) ao lado de Max Verstappen [12] [13] . Para o piloto mexicano as quatro primeiras corridas com a nova equipe estão se mostrando bastante difíceis, com um quarto lugar como melhor resultado [14] . Ele se classificou em nono para o Grande Prêmio de Mônaco , e na corrida, graças a um bom ritmo e uma estratégia de vitória, pode subir para o quarto lugar. Com o seu resultado e a vitória de Verstappen a Red Bull subiu ao primeiro lugar no Campeonato de Construtores [15] . No Grande Prêmio do Azerbaijão lado na sexta posição, mas já as primeiras voltas podem escalar a terceira posição atrás de Lewis Hamilton e Verstappen, supera a Estratégia Britânica com os pit stops e conquista o cume quando seu parceiro da Red Bull Ele forçou assim conseguindo conquistar a segunda vitória na Fórmula 1 [16] . Perez conquistou seu décimo segundo pódio no Grande Prêmio da França, onde terminou em terceiro nas voltas finais, passando o piloto da Mercedes Valtteri Bottas [17] . Depois do pódio, ele conseguiu mais duas colocações em pontos na Áustria , enquanto na Grã-Bretanha , após um recuo no sprint de qualificação termina a corrida na décima sexta posição, ganhando a volta mais rápida .

Resultados

Resumo

Temporada Series Pelotão Corrida Vitórias Pólo Pódios Pontos Posicionamento final
2004 Skip Barber National Championship Telmex Racing 14 0 0 - 77 11º
2005 Fórmula BMW ADAC Team Rosberg 19 0 0 1 37 14º
2006 Fórmula BMW ADAC ADAC Berlin-Brandenburg 18 0 0 2 112
2006–07 A1 Grand Prix A1 Equipe México 2 0 0 0 35 † 10º †
2007 Fórmula Três Britânica - Classe Nacional T-Sport 21 14 14 19 376
2008 Fórmula 3 britânica T-Sport 22 4 0 7 195
2008-09 GP2 Asia Series Campos Grande Prêmio 11 2 0 3 26
2009 GP2 Series Arden International 20 0 0 2 22 12º
2009-10 GP2 Asia Series Equipe Barwa Addax 4 0 0 0 5 15º
2010 GP2 Series Equipe Barwa Addax 20 5 1 7 71
2011Fórmula 1 Sauber 18 0 0 0 14 16º
2012Fórmula 1 Sauber 20 0 0 3 66 10º
2013 Fórmula 1 McLaren 19 0 0 0 49 11º
2014Fórmula 1 Force India 19 0 0 1 59 10º
2015Fórmula 1 Force India 19 0 0 1 78
2016Fórmula 1 Force India 21 0 0 2 101
2017Fórmula 1 Force India 20 0 0 0 100
2018Fórmula 1 Force India / Racing Point 21 0 0 1 62
2019Fórmula 1 Racing Point 21 0 0 0 52 10º
2020Fórmula 1 Racing Point 15 1 0 2 125
2021Fórmula 1 Red Bull 8 1 0 2 96 3º *

† Incluindo pontos marcados por outros pilotos.

Resultados GP2

(As corridas em negrito indicam a pole position, aquelas em itálico, a volta mais rápida)

Ano Pelotão 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 Posição Pontos
2009 Arden International ESP
FEA

14
ESP
SPR

17
SEG
FEA

12
SEG
SPR

9
TUR
FEA

Atraso
TUR
SPR

16
GBR
FEA

4
GBR
SPR

6
GER
FEA

8
GER
SPR

20
HUN
FEA

Atraso
HUN
SPR

16
VAL
FEA

3
VAL
SPR

2
LEGAIS
FEA

Atraso
LEGAIS
SPR

4
ITA
FEA

Atraso
ITA
SPR

Atraso
POR
FEA

Atraso
POR
SPR

11
12º 22
2010 Equipe Barwa Addax ESP
FEA

4
ESP
SPR

Atraso
SEG
FEA

1
MON
SPR

6
TUR
FEA

DSQ
TUR
SPR

7
VAL
FEA

11
VAL
SPR

16
GBR
FEA

5
GBR
SPR

1
GER
FEA

2
GER
SPR

1
HUN
FEA

3
HUN
SPR

Rit
BEL
FEA

7
BEL
SPR

1
ITA
FEA

Rit
ITA
SPR

13
ABU
FEA

1
ABU
SPR

Rit
71

Risultati GP2 Asia

(Le gare in grassetto indicano la pole position, quelle in corsivo il giro veloce)

Anno Squadra 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 Posizione Punti
2008–09 Campos Grand Prix CHN
FEA

Rit
CHN
SPR

7
DUB
FEA

6
DUB
SPR

C
BHR1
FEA

8
BHR1
SPR

1
QAT
FEA

2
QAT
SPR

1
MYS
FEA

Rit
MYS
SPR

6
BHR2
FEA

12
BHR2
SPR

9
26
2009–10 Barwa Addax Team ABU1
FEA

ABU1
SPR

ABU2
FEA

12
ABU2
SPR

4
BHR1
FEA

7
BHR1
SPR

17
BHR2
FEA

BHR2
SPR

15º 5

Risultati in Formula 1

2011 Scuderia Vettura Flag of Australia.svg Flag of Malaysia.svg Flag of the People's Republic of China.svg Flag of Turkey.svg Flag of Spain.svg Flag of Monaco.svg Flag of Canada.svg Flag of Europe.svg Flag of the United Kingdom.svg Flag of Germany.svg Flag of Hungary.svg Flag of Belgium.svg Flag of Italy.svg Flag of Singapore.svg Flag of Japan.svg Flag of South Korea.svg Flag of India.svg Flag of the United Arab Emirates.svg Flag of Brazil.svg Punti Pos.
Sauber C30 SQ Rit 17 14 9 NP SP 11 7 11 15 Rit Rit 10 8 16 10 11 13 14 16º
2012 Scuderia Vettura Flag of Australia.svg Flag of Malaysia.svg Flag of the People's Republic of China.svg Flag of Bahrain.svg Flag of Spain.svg Flag of Monaco.svg Flag of Canada.svg Flag of Europe.svg Flag of the United Kingdom.svg Flag of Germany.svg Flag of Hungary.svg Flag of Belgium.svg Flag of Italy.svg Flag of Singapore.svg Flag of Japan.svg Flag of South Korea.svg Flag of India.svg Flag of the United Arab Emirates.svg Flag of the United States.svg Flag of Brazil.svg Punti Pos.
Sauber C31 8 2 11 11 Rit 11 3 9 Rit 6 14 Rit 2 10 Rit 11 Rit 15 11 Rit 66 10º
2013 Scuderia Vettura Flag of Australia.svg Flag of Malaysia.svg Flag of the People's Republic of China.svg Flag of Bahrain.svg Flag of Spain.svg Flag of Monaco.svg Flag of Canada.svg Flag of the United Kingdom.svg Flag of Germany.svg Flag of Hungary.svg Flag of Belgium.svg Flag of Italy.svg Flag of Singapore.svg Flag of South Korea.svg Flag of Japan.svg Flag of India.svg Flag of the United Arab Emirates.svg Flag of the United States.svg Flag of Brazil.svg Punti Pos.
McLaren MP4-28 11 9 11 6 9 16 11 20 8 9 11 12 8 10 15 5 9 7 6 49 11º
2014 Scuderia Vettura Flag of Australia.svg Flag of Malaysia.svg Flag of Bahrain.svg Flag of the People's Republic of China.svg Flag of Spain.svg Flag of Monaco.svg Flag of Canada.svg Flag of Austria.svg Flag of the United Kingdom.svg Flag of Germany.svg Flag of Hungary.svg Flag of Belgium.svg Flag of Italy.svg Flag of Singapore.svg Flag of Japan.svg Flag of Russia.svg Flag of the United States.svg Flag of Brazil.svg Flag of the United Arab Emirates.svg Punti Pos.
Force India VJM07 10 NP 3 9 9 Rit 11 6 11 10 Rit 8 7 7 10 10 Rit 15 7 59 10º
2015 Scuderia Vettura Flag of Australia.svg Flag of Malaysia.svg Flag of the People's Republic of China.svg Flag of Bahrain.svg Flag of Spain.svg Flag of Monaco.svg Flag of Canada.svg Flag of Austria.svg Flag of the United Kingdom.svg Flag of Hungary.svg Flag of Belgium.svg Flag of Italy.svg Flag of Singapore.svg Flag of Japan.svg Flag of Russia.svg Flag of the United States.svg Flag of Mexico.svg Flag of Brazil.svg Flag of the United Arab Emirates.svg Punti Pos.
Force India VJM08 10 13 11 8 13 7 11 9 9 Rit 5 6 7 12 3 5 8 12 5 78
2016 Scuderia Vettura Flag of Australia.svg Flag of Bahrain.svg Flag of the People's Republic of China.svg Flag of Russia.svg Flag of Spain.svg Flag of Monaco.svg Flag of Canada.svg Flag of Europe.svg Flag of Austria.svg Flag of the United Kingdom.svg Flag of Hungary.svg Flag of Germany.svg Flag of Belgium.svg Flag of Italy.svg Flag of Singapore.svg Flag of Malaysia.svg Flag of Japan.svg Flag of the United States.svg Flag of Mexico.svg Flag of Brazil.svg Flag of the United Arab Emirates.svg Punti Pos.
Force India VJM09 13 16 11 9 7 3 10 3 17 6 11 10 5 8 8 6 7 8 10 4 8 101
2017 Scuderia Vettura Flag of Australia.svg Flag of the People's Republic of China.svg Flag of Bahrain.svg Flag of Russia.svg Flag of Spain.svg Flag of Monaco.svg Flag of Canada.svg Flag of Azerbaijan.svg Flag of Austria.svg Flag of the United Kingdom.svg Flag of Hungary.svg Flag of Belgium.svg Flag of Italy.svg Flag of Singapore.svg Flag of Malaysia.svg Flag of Japan.svg Flag of the United States.svg Flag of Mexico.svg Flag of Brazil.svg Flag of the United Arab Emirates.svg Punti Pos.
Force India VJM10 7 9 7 6 4 13 5 Rit 7 9 8 17 9 5 6 7 8 7 9 7 100
2018 Scuderia Vettura Flag of Australia.svg Flag of Bahrain.svg Flag of the People's Republic of China.svg Flag of Azerbaijan.svg Flag of Spain.svg Flag of Monaco.svg Flag of Canada.svg Flag of France.svg Flag of Austria.svg Flag of the United Kingdom.svg Flag of Germany.svg Flag of Hungary.svg Flag of Belgium.svg Flag of Italy.svg Flag of Singapore.svg Flag of Russia.svg Flag of Japan.svg Flag of the United States.svg Flag of Mexico.svg Flag of Brazil.svg Flag of the United Arab Emirates.svg Punti Pos.
Force India VJM11 11 16 12 3 9 12 14 Rit 7 10 7 14 5 7 16 10 7 8 Rit 10 8 62
2019 Scuderia Vettura Flag of Australia.svg Flag of Bahrain.svg Flag of the People's Republic of China.svg Flag of Azerbaijan.svg Flag of Spain.svg Flag of Monaco.svg Flag of Canada.svg Flag of France.svg Flag of Austria.svg Flag of the United Kingdom.svg Flag of Germany.svg Flag of Hungary.svg Flag of Belgium.svg Flag of Italy.svg Flag of Singapore.svg Flag of Russia.svg Flag of Japan.svg Flag of Mexico.svg Flag of the United States.svg Flag of Brazil.svg Flag of the United Arab Emirates.svg Punti Pos.
Racing Point RP19 13 10 8 6 15 12 12 12 11 17 Rit 11 6 7 Rit 7 8 7 10 9 7 52 10º
2020 Scuderia Vettura Flag of Austria.svg Flag of Styria (state).svg Flag of Hungary.svg Flag of the United Kingdom.svg F1 - GP del 70º anniversario 2020.png Flag of Spain.svg Flag of Belgium.svg Flag of Italy.svg Flag of Tuscany.svg Flag of Russia.svg Flag of Rhineland-Palatinate.svg Flag of Portugal.svgBandiera Emilia-Romagna.svg Flag of Turkey.svg Flag of Bahrain.svg Flag of Bahrain.svg Flag of the United Arab Emirates.svg Punti Pos.
Racing Point RP20 6 6 7 Inf Inf 5 10 10 5 4 4 7 6 2 18 1 Rit 125
2021 Scuderia Vettura Flag of Bahrain.svgBandiera Emilia-Romagna.svg Flag of Portugal.svg Flag of Spain.svg Flag of Monaco.svg Flag of Azerbaijan.svg Flag of France.svg Flag of Styria (state).svg Flag of Austria.svg Flag of the United Kingdom.svg Flag of Hungary.svg Flag of Belgium.svg Flag of the Netherlands.svg Flag of Italy.svg White flag of surrender.svg Flag of Turkey.svg Flag of the United States.svg Flag of Mexico.svg Flag of Brazil.svg Flag of none.svg Flag of Saudi Arabia.svg Flag of the United Arab Emirates.svg Punti Pos.
Red Bull RB16B 5 11 4 5 4 1 3 4 6 16 Rit 104
Legenda 1º posto 2º posto 3º posto A punti Senza punti/Non class. Grassetto – Pole position
Corsivo – Giro più veloce
Apice – Risultato Qualifica Sprint
Squalificato Ritirato Non partito Non qualificato Solo prove/Terzo pilota

Vita privata

Sergio è il terzo di una famiglia di tre figli, i suoi fratelli sono Paola e Antonio (ex pilota di NASCAR México e SuperCopa Telcel, legato a sua volta alla Escudería Telmex). Carlos Slim Domit ha sponsorizzato la sua carriera sportiva da quando aveva 15 anni attraverso la sponsor Telmex . I suoi genitori sono Marilú Mendoza e Antonio Pérez Garibay, quest'ultimo è un ex pilota e preparatore di auto da corsa.

È un amico intimo del calciatore Javier Hernández . Sergio ha rivelato che se non fosse stato un pilota avrebbe voluto fare l'avvocato.

Allo stesso modo, ha creato la Fondazione Checo Pérez, che ha lo scopo di sostenere i gruppi vulnerabili, in particolare i minori, ed è presieduta da sua sorella Paola Pérez Mendoza. Sono state effettuate aste con oggetti pregiati per gli appassionati di motorsport a sostegno delle associazioni no profit che aiutano a curare il cancro, tra le altre cause.

Controversie

Nel luglio 2014, in un'intervista ad Antena 3, durante il GP di Gran Bretagna , gli fu chiesta un'opinione sulle donne in Formula 1, in particolare su Susie Wolff , all'epoca collaudatrice della Williams . Pérez rispose che "Wolff è una grande pilota, ma essendo un circuito molto difficile quello su cui ha corso, da lei non ci si poteva aspettare grandi cose". Alla domanda se la Wolff avesse potuto essere la sua compagna di team, Perez rispose: "Io sarei a disagio ad avere un compagno di squadra donna. Pensa se ti batte... No, no meglio che stiano in cucina, le donne, piuttosto che in macchina".

La dichiarazione fu criticata come sessista dai media e dai social network, critiche a cui Perez replicò, su Twitter , che stava scherzando e non cercava di offendere nessuno. La Wolff ha anche dichiarato che come Perez fosse stato travisato.

Note

  1. ^ Presentation Sergio Pérez. Spain. 08.12.09 [ collegamento interrotto ] , in Addax Team , CSNet, 9 dicembre 2009. URL consultato il 24 gennaio 2010 .
  2. ^ ( EN ) Sergio Pérez: Biography , su mclaren.com . URL consultato il 4 febbraio 2013 (archiviato dall' url originale l'8 gennaio 2013) .
  3. ^ Matt Beer, Perez rejoins Addax for 2010 , in autosport.com , Haymarket Group, 9 dicembre 2009. URL consultato il 13 marzo 2010 .
  4. ^ ( EN ) Sauber signs Perez for 2011 season , in autosport.com , Haymarket Group, 4 ottobre 2010. URL consultato il 4 febbraio 2013 .
  5. ^ Ufficiale: Hamilton in Mercedes, McLaren sceglie Perez , su 422race.com .
  6. ^ Sergio Pérez saluta la McLaren, arriva Magnussen , in quattroruote.it , 14 novembre 2013. URL consultato il 20 novembre 2013 (archiviato dall' url originale il 15 dicembre 2013) .
  7. ^ ( EN ) Pérez joins Hulkenberg at Force India for 2014 F1 season , su autosport.com .
  8. ^ Luca Stefanini, F1 I problemi della Force India non sono (solo) i risultati , su f1sport.it . URL consultato il 30 novembre 2015 .
  9. ^ ( EN ) Ocon hits out at Perez in Force India civil war , su motorsport.com , 11 giugno 2017. URL consultato il 5 novembre 2017 .
  10. ^ ( EN ) Force India threatens Ocon, Perez with race ban , su motorsport.com , 28 agosto 2017. URL consultato il 5 novembre 2017 .
  11. ^ https://www.circusf1.com/classifiche-f1-2018
  12. ^ ( EN ) Perez to partner Verstappen at Red Bull in 2021, as Albon becomes reserve driver , su formula1.com , 18 dicembre 2020. URL consultato il 18 dicembre 2020 .
  13. ^ Formula 1, Red Bull: Sergio Perez sarà il compagno di Max Verstappen nel 2021 , su sport.sky.it , 18 dicembre 2020. URL consultato il 18 dicembre 2020 .
  14. ^ Perez, 4 gare e gli stessi punti 2020 di quando era in Racing Point , su www.italiaracing.net , 11 maggio 2021. URL consultato l'11 maggio 2021 .
  15. ^ Simone Peluso, Perez, un jolly che finalmente paga la scommessa Red Bull , su www.formulapassion.it , 24 maggio 2021. URL consultato il 1º giugno 2021 .
  16. ^ Verstappen out, Hamilton sbaglia,Perez conquista il suo secondo GP , su www.italiaracing.net , 6 gugno 2021. URL consultato il 6 giugno 2021 .
  17. ^ Massimo Costa, Gran duello Verstappen-Hamilton Crollo Ferrari, McLaren torna terza , su www.italiaracing.net , 20 giugno 2021. URL consultato il 21 giugno 2021 .

Altri progetti

Collegamenti esterni