Letônia

Da Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para a navegação Ir para a pesquisa
Disambiguation note.svg Desambiguação - se estiver procurando outros significados, consulte República da Letônia .
Letônia
Letônia - Bandeira Letônia - Brasão de armas
( detalhes ) ( detalhes )
Letônia - Localização
Letônia (verde escuro) na União Europeia (verde claro)
Dados administrativos
Nome completo República da Letônia
Nome oficial Latvijas Republika
Línguas oficiais letão
Outras línguas russo
Capital Maior Brasão de Armas de Riga - para display.svg Riga (709 767 hab. / 2017)
Política
Forma de governo República parlamentar
Presidente da republica Egils Levits
Ministro Presidente Arturs Krišjānis Kariņš
Independência 18 de novembro de 1918 ,
De 1940 a 1991 membro da União Soviética
21 de agosto de 1991 (nova declaração)

6 de setembro de 1991 (reconhecido)

Entrada na ONU 17 de setembro de 1991
Entrada na UE 1 ° de maio de 2004
Superfície
Total 64 589 km² ( 123º )
% de água 1,5%
População
Total 1 986 705 hab. (2015) ( 139º )
Densidade 30.759 habitantes / km²
Taxa de crescimento -0,50% (2015) [1]
Nome dos habitantes Letões
Geografia
Continente Europa
Fronteiras Estônia , Rússia , Bielo- Rússia , Lituânia
Jet lag UTC + 2
UTC + 3 no horário de verão
Economia
Moeda EUR
PIB (nominal) 34 881 [2] milhões $ (2018) ( 99º )
PIB per capita (nominal) 18 031 [2] $ (2018) ( 54º )
PIB ( PPP ) 57 840 [2] milhões $ (2018) ( 103º )
PIB per capita ( PPP ) 29 901 [2] $ (2018) ( 50º )
ISU (2014) 0,810 (muito alto) ( 48º )
Fertilidade 1.2 (2010) [3]
Vários
Códigos ISO 3166 LV , LVA, 428
TLD .lv , .eu
Prefixo tel. +371
Autom. LV
Hino Nacional Dievs, svētī Latviju
feriado nacional 18 de novembro
Letônia - Mapa
Evolução histórica
Estado anterior RSS letão RSS letão
( União Soviética União Soviética )

Coordenadas : 57 ° N 25 ° E / 57 ° N 25 ° E 57; 25

A Letônia , oficialmente a República da Letônia ( Latvijas Republika em letão ), é um estado membro da União Europeia ( 64 589 km² , 2 252 060 habitantes de acordo com dados de 2012 , capital Riga ); localizado no nordeste da Europa , faz fronteira com a Estônia ao norte ( 267 km ), a leste com a Rússia (217 km), a sudeste com a Bielorrússia (141 km) e a sul com a Lituânia (453 km), e faz fronteira a oeste com o mar Báltico .

A Letônia é uma república parlamentar ; o cargo de primeiro-ministro é atualmente ocupado por Arturs Krišjānis Kariņš , desde 23 de janeiro de 2019 , enquanto o atual presidente é Egils Levits , desde 8 de julho de 2019 . A língua oficial é o letão .

Desde 1 de janeiro de 2014, a nação báltica adotou o euro , tornando-se o décimo oitavo estado da área do euro . O euro substituiu o lats , a antiga moeda oficial do estado.

Etimologia

O nome letão Latvija deriva do nome dos antigos Letgalli , uma das quatro tribos indo-europeias do Báltico (juntamente com os Curi , Selonic e Semigalli ), que formaram o núcleo étnico dos letões modernos juntamente com os Livonians finlandeses . Henrique da Letônia cunhou as latinizações do nome do país, "Lettigallia" e "Lethia", ambas derivadas de latgalenses . Os termos inspiraram as variações do nome do país nas línguas românicas de "Letônia" e em várias línguas germânicas de "Lettland". Lat- é uma parte comum em muitos hidrônimos do Báltico, e -gale , que significa "terra", de origem báltica.

História

Ícone da lupa mgx2.svg O mesmo tópico em detalhes: História da Letônia .

As origens da Livônia

Terra outrora habitada por povos nômades dedicados à pesca e à caça , o território foi colonizado pelos livonianos , povo de origem fino-úgrica , ao qual se juntaram os letões, população indo-européia .

A ordem teutônica

A Ordem Teutônica iniciou a conversão das populações locais ao Cristianismo no início do século XIII . O protagonista da evangelização da Letônia foi Alberto de Buxhövden , que fundou a atual capital, Riga, estabelecendo o bispado e subjugando o povo da Livônia com a colaboração dos cavaleiros da Ordem Teutônica.

Em 1207 a Livônia foi reconhecida como feudo do império e dividida entre a cidade de Riga, o bispado e a Ordem Teutônica. Em 1236 toda a região passou totalmente sob a autoridade dos Cavaleiros, permanecendo parte do império até 1561 , quando o reino da Polônia se juntou às províncias de Letgallia e Livonia ao norte do rio Daugava , enquanto as províncias de Courland e Semigallia foram unidas em o Ducado da Curlândia , um estado independente sob a esfera de influência da Polônia .

Regra sueca

Ícone da lupa mgx2.svg O mesmo tópico em detalhes: Livônia sueca .

A Suécia em 1621 conquistou Riga e a província da Livônia, perdendo-as em 1721 , durante as Guerras do Norte. A Letônia acabou assim na esfera de influência do Império Russo , que a sujeitou a um intenso processo de russificação, mantendo o alemão como língua oficial na capital.

Império Russo

Ícone da lupa mgx2.svg O mesmo tópico em detalhes: Governorates Bálticos .

A partir de 1721, a Letônia pertenceu aos chamados governadores bálticos do Império Russo. Em 1795 , com a terceira partição da Polônia , a Rússia de Catarina II garantiu o controle de todo o território da atual Letônia.

Durante a Primeira Guerra Mundial, o território da Letônia, cedido pelos russos com a paz de Brest-Litovsk , foi temporariamente ocupado pela Alemanha , chegando aos territórios de Ober Ost administrados por Paul von Hindenburg e seu chefe de gabinete Erich Ludendorff [4] [5 ]

A Guerra da Independência e Independência da Letônia em 1918

Ícone da lupa mgx2.svg O mesmo tópico em detalhes: República da Letônia (1919-1940) e República Socialista Soviética da Letônia (1918-1920) .

Em 18 de novembro de 1918 , logo após a rendição da Alemanha, a independência foi proclamada. Neste ponto, os soviéticos tentaram retomar os territórios cedidos com sua rendição durante a Primeira Guerra Mundial , mas encontrando forte oposição da Letônia, a Guerra da Independência da Letônia se seguiu. Após dois anos de amargas batalhas para manter a independência, esta última também foi reconhecida pela Rússia bolchevique em 11 de agosto de 1920 .

O regime de Ulmanis

Após a independência também reconhecida pela Rússia , o país viveu um período de democracia que durou até 1934 . Naquele ano, Kārlis Ulmanis , que ocupou o cargo de Primeiro-Ministro várias vezes, dissolveu o Saeima , o Parlamento da Letônia, e estabeleceu uma ditadura.

A ocupação durante a segunda guerra mundial

Ícone da lupa mgx2.svg O mesmo tópico em detalhes: ocupação soviética da Letônia em 1940 .

Em 23 de agosto de 1939 , a Alemanha nazista e a URSS assinaram o Pacto Molotov-Ribbentrop , que colocava a Letônia na esfera de influência soviética, pondo fim à ditadura de Ulman. Em agosto de 1940, o país foi ocupado pelo Exército Vermelho e a Letônia, como os outros países bálticos , tornou-se uma das repúblicas da URSS , a República Socialista Soviética da Letônia . Os Estados Unidos da América , com a declaração de Welles (23 de julho de 1940), notificaram a União Soviética de que jamais reconheceriam tal anexação como legítima. No ano seguinte, Ulmanis foi preso pelas forças soviéticas, apenas para morrer em uma prisão em Krasnovodsk .

Em 1941 , com a Operação Barbarossa , a Alemanha invadiu a URSS e ocupou a Letônia. Nos três anos de ocupação, vários massacres de judeus e ciganos se seguiram.

O período soviético (até 1991) e a independência

Ícone da lupa mgx2.svg O mesmo tópico em detalhes: ocupação soviética das repúblicas bálticas .

No final da Segunda Guerra Mundial, a União Soviética reocupou a Letônia, que, nos cinco anos seguintes ao conflito, foi submetida aos expurgos do regime stalinista , perdendo sua independência. Intensa foi a política de " russificação " imposta pelos soviéticos, que quase colocou em risco a identidade nacional.

Em 4 de maio de 1990 , foi emitida uma Declaração Transicional de Independência , que se tornou definitiva em 21 de agosto de 1991 , data em que o país recuperou sua independência da União Soviética na época de seu colapso . A URSS reconheceu a Letônia como um estado independente em 6 de setembro de 1991 .

Após a independência, a Letónia embarcou no caminho da integração europeia, que culminou com a adesão à União Europeia em 1 de Maio de 2004; anteriormente, em 20 de setembro de 2003 , 66,9% dos letões em referendo aprovaram a adesão à União Europeia . Poucos dias antes, em 29 de março de 2004 , a Letônia ingressou na OTAN .

A partir de 1 de janeiro de 2014, a Letónia adotou a moeda única europeia: o euro , tornando-se assim no 18º país da área do euro .

Geografia

Ícone da lupa mgx2.svg O mesmo tópico em detalhes: Geografia da Letônia .
Letônia do satélite

Situa-se entre 55 ° 40 'e 58 ° 05' de latitude norte e 20 ° 58 'e 28 ° 14' de longitude leste, e está voltada para a parte oriental do Mar Báltico entre a Estônia e a Lituânia .

Faz parte da região biogeográfica Boreal . A Letônia consiste em quatro regiões tradicionais: Courland ( Kurzeme ), Livonia ( Vidzeme ), Semigallia ( Zemgale ) e Letgallia ( Latgale ).

Morfologia

O território letão é maioritariamente coberto por bosques (40% da superfície), com numerosos lagos de origem glacial (mais de 3 000), turfeiras e zonas pantanosas . O país é banhado pelo Mar Báltico , a longa costa (531 km) é maioritariamente arenosa e não tem ilhas . O elemento característico da costa da Letônia é o Golfo de Riga (ou Baía de Riga, em letão Rīgas Jūras līcis , em estoniano Liivi Laht ). A área ocupada pelo Golfo de Riga é 18 000 km² e a profundidade máxima é 54 m .

O território é formado por planícies interrompidas por morros que não ultrapassam os 300 m de altura. O ponto mais alto do país é o Gaiziņkalns , que atinge 311 m de altura.

Hidrografia

O rio principal é o Daugava / Dvina Ocidental (1 020 km). Outros rios que correm no território letão são:

Clima

O clima é temperado frio, moderadamente influenciado pelo Mar Báltico . A temperatura média anual é de cerca de 5/6 ° C. No inverno, as temperaturas permanecem abaixo de zero mesmo por semanas (a média em Riga no mês mais frio, geralmente janeiro, é de -4,7 ° C). Os verões são geralmente amenos, a média de julho em Riga é de 16,9 ° C. Porém, há dias quentes com temperaturas que podem tocar e chegar a 30 ° C.

População

Evolução demográfica de 1950 a 2009 (dados do Eurostat , 2009). População em milhões de habitantes.

Etnias

Ícone da lupa mgx2.svg O mesmo tópico em detalhes: letões .
População da Letônia por grupo étnico 1925–2016
Grupo
étnico
Censo de 1925 [6] Censo de 1935 [6] Censo de 1959 [7] Censo de 1970 [8] Censo de 1979 [9] Censo de 1989 [10] Censo de 2000 [11] Censo de 2011 [12] Estatísticas de 2016 [13]
Número % Número % Número % Número % Número % Número % Número % Número % Número %
Letões 1.354.126 73,4 1.472.612 75,5 1.297.881 62,0 1.341.805 56,8 1.344.105 53,7 1.387.757 52,0 1.370.703 57,7 1.285.136 62,1 1.216.443 61,8
Russos 193.648 10,5 206.499 10,6 556.448 26,6 704.599 29,8 821.464 32,8 905.515 34,0 703,243 29,6 557,119 26,9 504.370 25,6
Bielorrussos 38.010 2,1 26.867 1,4 61.587 2,9 94.898 4,0 111,505 4,5 119.702 4,5 97,150 4,1 68.202 3,3 65,999 3,4
Ucranianos 512 0,0 1.844 0,1 29.440 1,4 53.461 2,3 66.703 2,7 92,101 3,5 63.644 2,7 45,798 2,2 44.639 2,3
Poloneses 51,143 2,8 48.949 2,5 59.774 2,9 63.045 2,7 62.690 2,5 60.416 2,3 59,505 2,5 44.772 2,2 41.528 2,1
Lituanos 23.192 1,3 22.913 1,2 32.383 1,6 40.589 1,7 37.818 1,5 34.630 1,3 33.430 1,4 24.479 1,2 23.944 1,2
judeus 95.675 5,2 93.479 4,8 36.592 1,8 36.680 1,6 28.331 1,1 22.897 0.9 10.385 0,4 6.437 0,3 5.297 0,3
ROM 2.870 0,2 3.839 0,2 4.301 0,2 5.427 0,2 6.134 0,3 7.044 0,3 8,205 0,3 6.489 0,3 5.297 0,3
Alemães 70.964 3,8 62,144 3,2 1.609 0,1 5.413 0,2 3.299 0,1 3.783 0,1 3.465 0,1 3.042 0,1 2.605 0,1
Estonianos 7.893 0,4 7.014 0,4 4.610 0,2 4.334 0,2 3.681 0,2 3.312 0,1 2.652 0,1 2.007 0,1 1.794 0,1
Livoni 1.268 0,1 944 0,0 185 0,0 48 0,0 107 0,0 135 0,0 180 0,0 250 0,1 171 0,0
Outros 5.504 0,3 3.398 0,2 8.648 0,4 13.828 0,6 16.979 0,7 29.275 1,1 24.824 1,1 26.640 1,3 57.325 2,8
Total 1.844.805 1.950.502 2.093.458 2.364.127 2.502.816 2.666.567 2.377.383 2.070.371 1.968.957

Os letões são o principal e maior grupo étnico do país.

O segundo grupo étnico é o russo , concentrado nos distritos orientais.

Seguem outras minorias eslavas , como os bielorrussos , os poloneses , os ucranianos e o báltico dos lituanos .

Finalmente, na Letônia também existem outros pequenos grupos étnicos : judeus , ciganos , alemães bálticos , estonianos , tártaros e outros.

Os dados de 2011 (fonte: CIA Factbook) mostram as seguintes percentagens:

Religião

Fachada da igreja dos Velhos Crentes em Rēzekne

A maioria dos crentes são luteranos (556.000, de acordo com dados de 2003 , igual a 24,3% da população), com percentagens menores de católicos (429 675, igual a 18,8%) [15] (ver Igreja Católica na Letônia ) e ortodoxos orientais (350.000 , ou 15,3%) [16] (ver Igreja Ortodoxa da Letônia ).

Na Letônia, existe uma comunidade judaica (9 883 adeptos, dados de 2005 , igual a 0,43% da população) residual dos extermínios da ocupação nazista. A comunidade judaica letã foi dizimada durante a Segunda Guerra Mundial (de acordo com o último censo oficial em 1935, consistia em 93.479 judeus, cerca de 6,4% da população total). [17] .

Outras religiões são a Dievturi , e a Romuva , a primeira tradicional, severamente reprimida pelo sistema soviético, a segunda constituição mais recente; são religiões pagãs politeístas que têm raízes históricas baseadas na celebração da cultura nacional, na mitologia do período pré-cristão, na relação com a natureza e na veneração dos ancestrais.

línguas

A língua oficial da Letônia é o letão que, como o lituano e o extinto antigo prussiano , pertence ao grupo báltico da família de línguas indo-européias .

A língua Letgalla é difundida em Letgallia ( Latgale ; a maioria dos linguistas considera Letgalla um dialeto da língua letã). [18]

A língua da Livônia está quase extinta hoje. Pertence às línguas fínicas do Báltico , um subgrupo das línguas Uralicas .

O russo foi a língua oficial imposta durante a ocupação soviética, enquanto durante o Império Russo a língua oficial na capital Riga permaneceu alemã até 1891. Hoje, a língua russa é a língua minoritária mais difundida, falada por 40% da população, enquanto o alemão praticamente desapareceu .

Um referendo sobre o status da língua russa foi realizado em 18 de fevereiro de 2012 : uma grande maioria dos cidadãos de posse dos requisitos legais expressou sua oposição à proposta de considerar o russo como língua oficial juntamente com o letão, [19] embora não pudessem se expressar. os muitos nepilsoņi, na sua maioria falantes de russo (pessoas, literalmente " não cidadãos ", que, apesar de viverem na Letónia, não se qualificam para serem consideradas cidadãos por terem reprovado ou não querer passar num exame de língua e cultura letãs). [20] A Rússia criticou abertamente os procedimentos de naturalização , que são considerados muito complicados. [21]

Sistema estadual

A Letônia é uma república parlamentar .

divisões administrativas

Ícone da lupa mgx2.svg O mesmo tópico em detalhes: Municípios da Letônia .
Mapa dos distritos da Letônia
Doma laukums em Riga

A Letônia está administrativamente dividida em 109 municípios chamados novads (plural - novadi ). Nove cidades têm um status especial chamado lielpilsēta (no singular) e no plural lielpilsētas .

Perdas e reivindicações territoriais

Depois, há a Região de Abrene , que faz parte da área física letã e fez parte do estado letão até 1944 , anexada unilateralmente pela Rússia durante a Segunda Guerra Mundial , foi então reivindicada pela Letônia desde o retorno da independência em 1991 . Em 2007, por meio de um tratado russo-letão, foi definitivamente reconhecido como território russo.

Principais cidades

Ícone da lupa mgx2.svg O mesmo tópico em detalhes: Cidades da Letônia .

A capital é

As outras cidades principais são:

As regiões têm o mesmo nome das cidades.

Instituições

Universidade

Em 14 de outubro de 1862, foi fundada a universidade técnica mais antiga da Letônia: a Universidade Técnica de Riga : a Politécnica de Riga foi, entre outras coisas, o primeiro instituto politécnico do Império Russo.

Sistema escolar

A Letónia reformou o sistema de ensino público em 1989, proporcionando um primeiro ciclo obrigatório com a duração de nove anos, seguido de um segundo ciclo de três anos ou formação profissional com a duração de um a seis anos. Muita atenção é dada ao estudo da música, especialmente música coral e ao estudo da língua letã.

Sistema sanitário

Em 1992, havia 176 hospitais e 130 leitos por 10.000 habitantes no país. A maioria dos hospitais está concentrada em áreas urbanas. Havia 41 médicos por 10.000 habitantes, mas com escassez de pessoal de enfermagem e auxiliares.

Forças Armadas

As forças armadas nacionais são compostas pelos Latvijas Sauszemes spēki e pelos Zemessardze (Guarda Nacional). Desde 2007, eles estão organizados como um exército permanente totalmente profissional.

Política

Constituição

A Constituição da Letônia entrou em vigor em 7 de novembro de 1922 .

Estrutura institucional

A Letônia é uma república parlamentar .

O parlamento unicameral ( Saeima ) é composto por 100 deputados eleitos a cada 4 anos com um sistema eleitoral proporcional com limite de 5%.

O Presidente da República da Letónia é eleito pelo Parlamento de quatro em quatro anos, com um mandato de três anos alterado em 4 de Dezembro de 1997 . O presidente é eleito por voto secreto com uma maioria de votos não inferior a cinquenta mais um dos membros do Saeima. O Presidente é o representante da Letônia nas relações internacionais, nomeia os representantes diplomáticos da Letônia e também recebe os representantes diplomáticos de outros Estados; ratifica as decisões do Saeima sobre a estipulação de acordos internacionais. Tem o poder de conceder perdão ao condenado após a sentença judicial ter produzido seus efeitos jurídicos; é o Comandante-em-Chefe das Forças Armadas da Letônia. Em tempos de guerra, o Presidente assume o cargo de Comandante Supremo das Forças Armadas. De acordo com as decisões do Saeima , cabe ao presidente declarar guerra .

A residência oficial do Presidente da Letônia está localizada no Castelo de Riga .

O Primeiro-Ministro é nomeado pelo Presidente da República com base no resultado das eleições parlamentares. O Primeiro-Ministro escolhe então o Conselho de Ministros, que deve ser aprovado pelo Parlamento por meio de um voto de confiança. As eleições parlamentares são realizadas no primeiro sábado de novembro.

Na Letônia, os conselhos municipais , que consistem de 7 a 60 membros dependendo do tamanho do município, são eleitos por representação proporcional para um mandato de sete anos.

Relações com a União Europeia

Ícone da lupa mgx2.svg O mesmo tema em detalhe: Alargamento da União Europeia .

Letônia em

  • Em 12 de junho de 1995 , ele assina o Acordo de Associação, que entra em vigor somente em 1º de fevereiro de 1998 .
  • Em 10 de Dezembro de 1999 , foram iniciadas as negociações de adesão. Cerca de três anos depois, em 13 de Dezembro de 2002 , durante o Conselho Europeu , as negociações de adesão estão encerradas.
  • 14 de abril de 2003 , o Conselho Europeu aprova a adesão da Letônia à União Europeia . [22] [23]
  • 16 de abril de 2003 , assina o tratado de adesão [24] ;
  • Em 17 de dezembro de 2003 , deposita seus instrumentos de ratificação do tratado de adesão junto ao Ministério das Relações Exteriores da República Italiana.
  • Em 1º de maio de 2004 , quando o tratado entrou em vigor, a nação se torna membro da União Européia .
  • 21 de dezembro de 2007 , entra no espaço Schengen . [25]
  • 1 de janeiro de 2014 - dez anos após aderir à União Europeia , a nação báltica, mostrando-se virtuosa apesar da severa crise económica europeia, adere à área do euro .

Economia

A moeda atual é o euro , que substituiu o lats em 1º de janeiro de 2014 . O principal setor econômico é a indústria mecânica e os meios de transporte. A indústria pesqueira , a fabricação de móveis e os têxteis também são importantes. Parceiros comerciais importantes são os outros países bálticos . A Letônia é um país muito importante para o comércio entre os países bálticos.

A rede de transporte é bem desenvolvida. Juntamente com o transporte rodoviário e ferroviário, o transporte marítimo no Báltico também é importante. Portos importantes são encontrados em Riga , Ventspils e Liepāja .

O sistema ferroviário da Letônia herdou do período da ocupação militar soviética (como as demais repúblicas bálticas ) a bitola russa (1 520 mm), portanto a conexão com a rede da Polônia e do resto da Europa, que adota o padrão de 1 435 mm, por enquanto continua problemático. No entanto, existem planos futuros para atualizar o sistema ferroviário europeu, o que fará com que a Letônia se junte ao resto do sistema ferroviário da União Europeia .

Cultura

A cultura letã, antes apenas popular e local, estabeleceu-se entre os séculos 19 e 20 no cenário internacional, não apenas na literatura, mas também nas raízes culturais da cultura báltica da qual o país letão faz parte.

Literatura

A literatura letã afirma-se com a lírica religiosa no século XVII com Juris Mancelis .

No século XIX, o poema épico é afirmado: o escritor Andrejs Pumpurs compôs assim o poema nacional letão Lacplesis de sujeito mítico. Entre os séculos XIX e XX destaca-se a figura do escritor e jornalista Rūdolfs Blaumanis e sobretudo do escritor e folclorista Krišjānis Barons (1835-1923) [26] , considerado num inquérito recente como a maior personalidade letã [27] . No século XX, o poeta Rainis , o mais importante escritor letão, compôs várias letras sobre sua terra.

Música

No campo musical, entre outros, podemos lembrar Marija Naumova , vencedora do Eurovision Song Contest 2002 com a música I Wanna , e Aisha .

Também importante é a figura de Andrejs Jurjāns (1856-1922), o primeiro compositor profissional letão [28] .

Taxa de alfabetização

A taxa de alfabetização, em 2009, era de 99,7% da população, registrando um declínio de 0,3% desde 2000. [29]

Meio mais importante de comunicação de massa

Jornais

Os principais jornais da Letônia são "Diena", "Neatkarīgā Rīta avīze" e "Latvijas Avīze".

Rádio

As primeiras emissões regulares de rádio na Letônia ocorreram em 1925 pela emissora nacional Latvijas Radio .

Somente em 1993 nasceu a primeira estação privada Rádio SWH .

Televisão

A Letônia foi a primeira república dos três países bálticos em que a televisão foi criada. As transmissões regulares de televisão começaram em 1954 e foram transmitidas pelo primeiro canal nacional Latvijas Televīzija . Após o fim da ocupação soviética em 1991 , nasceram os primeiros canais de televisão privados, como LNT e TV3 .

Internet

In Lettonia l'uso di internet raggiunge circa il 70% della totale popolazione, ed è uno dei più alti nell'Europa, secondo alcune statistiche è il mezzo di comunicazione più importante nel paese. I portali con la maggiore popolarità sono Delfi.lv e Filebase.ws per le notizie e Draugiem.lv e Facebook come siti web di social network.

L'elevato utilizzo di internet ha contribuito alla creazione, alla diffusione e alla popolarità di diverse start-up innovative del mondo della finanza, tra cui le piattaforme di social lending Mintos e Twino, in grado di raccogliere, in breve tempo, centinaia di milioni di euro da investitori provenienti da tutte le parti del mondo.

Scienza e tecnologia

Lettonia nello spazio

  • 23 giugno 2017 : viene lanciato Venta-1 , primo satellite artificiale terrestre lettone.

Ambiente

Veduta del Parco Nazionale di Slītere

Flora e fauna

Il 44% del territorio della Lettonia è coperto di foreste. Le aree settentrionali del Vidzeme e del Kurzeme sono le parti più boscose del paese. La foresta più antica, nel Parco Nazionale di Slītere del Kurzeme, protetta fin dal 1921, è un bosco di latifoglie che ospita una torbiera eutrofica e diverse rare orchidee. Questo parco nazionale protegge da solo 23 tipi di foresta e tre tipi di zone umide. Anche il Parco Nazionale del Gauja ha un ricco ecosistema e ospita 900 specie diverse di piante.

La Lettonia, insieme agli altri paesi della regione baltica, ospita più grandi mammiferi selvatici di qualsiasi altra nazione europea. Alci , cervi , cinghiali , lupi e perfino alcuni orsi abitano i boschi del paese in numero più o meno cospicuo. Lungo i corsi d'acqua interni vi sono i castori , mentre le coste sono popolate da foche . La Lettonia ospita anche una grande popolazione di lontre . Il Parco Nazionale del Gauja vanta 48 specie di mammiferi. A sud di Liepāja, la sede lettone del Worldwide Fund for Nature ha reintrodotto i cavalli konik , discendenti dei cavalli selvatici che un tempo vivevano liberi in Europa, in una tenuta abbandonata intorno al lago Pape. La Lettonia ospita anche una grande popolazione di cicogne bianche . Insieme alla Lituania accoglie più cicogne bianche dell'intera Europa occidentale. La rara cicogna nera nidifica nel Parco Nazionale del Gauja [30] .

Problemi ambientali

Il rapido processo di industrializzazione durante l'occupazione sovietica e il mancato controllo dell' impatto ambientale di imprese come la costruzione di centri manifatturieri, impianti idroelettrici e dighe hanno fatto aumentare a dismisura i livelli di inquinamento idrico e atmosferico . Dall'indipendenza, il governo lettone e diverse organizzazioni nazionali hanno fatto della tutela dell'ambiente una priorità e finalmente il problema dell'inquinamento del paese è stato affrontato. Stranamente, alcune zone sono minacciate oggi ancor più che durante il regime sovietico: ne è un esempio tipico il litorale lettone nel Kurzeme settentrionale, un tempo posto di frontiera off-limits per la gente del luogo, oggi minacciato dal disboscamento e dallo sfruttamento edilizio.

Il sostegno finanziario di Scandinavia e Germania ha contribuito a ridurre l'inquinamento prodotto da centri industriali come Daugavpils e Liepāja . Ventspils , che alla fine degli anni 1980 soffocava nelle polveri di carbonato di potassio , è stata oggetto di una vasta operazione di pulizia. Un nuovo sistema di alimentazione idrica finalizzato alla riduzione degli scarichi delle acque fognarie nel Mar Baltico, il monitoraggio dell'aria e la realizzazione di un nuovo sistema di riscaldamento per ridurre le emissioni di anidride solforosa e di biossido d'azoto sono tutte iniziative che fanno parte di un progetto ambientale della città a lungo termine del costo preventivo di 23 milioni di euro. Nonostante tutti questi sforzi, l'Agenzia Municipale per il Controllo della Qualità dell'Aria ha dichiarato che l'aria di Rīga è ancora poco salubre e che gli edifici storici della Città Vecchia continuano a subire danni a causa dell'inquinamento.

L'impianto di trattamento delle acque di Rīga è stato migliorato, riducendo così il flusso di liquami nel fiume Daugava e rendendo meno pericolosa la balneazione nel golfo di Rīga . La Bandiera blu europea è stata assegnata alle spiagge di Jūrmala , Ventspils e Liepāja , ma la sicurezza e la pulizia delle altre aree balneari è tutta da dimostrare.

La Lettonia si sta seriamente impegnando a utilizzare fonti di energia rinnovabili. Attualmente il 40% dell'energia del paese è ottenuto in questo modo, soprattutto grazie all' energia idroelettrica . L'ingresso della Lettonia nell'Unione europea nel 2004 ha comportato l'adesione a una serie di norme ambientali e il governo si è impegnato ad adeguarsi a tutte le direttive ambientali dell'Unione europea entro il 2010 [30] .

Gastronomia

Magnifying glass icon mgx2.svg Lo stesso argomento in dettaglio: Cucina lettone .

La cucina lettone ha subito l'influenza, in particolare, tedesca e russa e si basa spesso sulla consumazione di tre pasti al giorno.

Festività e ricorrenze nazionali

Data Nome Significato
14 giugno Giornata commemorativa delle vittime del regime comunista Commemora la deportazione dei residenti lettoni nei campi penitenziari dell'URSS, nel 1941
18 novembre Giorno della proclamazione della Repubblica di Lettonia Festa nazionale: proclamazione della Repubblica lettone, nel 1918

Sport

Ciclismo

Nella disciplina del ciclismo ricordiamo l'affermazione di Romāns Vainšteins , campione mondiale della prova in linea su strada, nel 2000.

Giochi olimpici

La prima medaglia d'oro olimpica per la Lettonia venne conquistata da Igors Vihrovs , nella ginnastica artistica, ai Giochi olimpici di Sydney 2000.

Motocross

Nel 2017 il pilota lettone Pauls Jonass vince il titolo mondiale di motocross nella categoria MX2 (mondiale under 23), divenendo così il primo lettone a vincere un mondiale in questa disciplina.

Calcio

La Nazionale di calcio della Lettonia ha vinto ben 13 edizioni della Coppa del Baltico e ha come attuale capocannoniere con 29 reti Māris Verpakovskis .

Note

  1. ^ ( EN ) Population growth rate , su CIA World Factbook . URL consultato il 28 febbraio 2013 .
  2. ^ a b c d ( EN ) World Economic Outlook Database, April 2019 , su IMF.org , Fondo Monetario Internazionale . URL consultato il 22 maggio 2019 .
  3. ^ Tasso di fertilità nel 2010 , su data.worldbank.org . URL consultato il 12 febbraio 2013 .
  4. ^ ( EN ) N. Stone, The eastern front 1914-1917 , New York, Charles Scribner's Sons, 1975.
  5. ^ ( DE ) Fritz Fischer, Griff nach der Weltmacht : die Kriegszielpolitik des kaiserlichen Deutschland 1914/18 , Düsseldorf, Droste, 1971 [1961] , ISBN 9783761072035 .
  6. ^ a b Ethnicities in region of Latvia. Statistics , su roots-saknes.lv . URL consultato il 2 gennaio 2010 .
  7. ^ ( RU ) Всесоюзная перепись населения 1959 года. Национальный состав населения по республикам СССР , su demoscope.ru . URL consultato il 2 gennaio 2010 (archiviato dall' url originale il 16 marzo 2010) .
  8. ^ ( RU ) Всесоюзная перепись населения 1970 года. Национальный состав населения по республикам СССР , su demoscope.ru . URL consultato il 2 gennaio 2010 (archiviato dall' url originale il 3 dicembre 2009) .
  9. ^ ( RU ) Всесоюзная перепись населения 1979 года. Национальный состав населения по республикам СССР , su demoscope.ru . URL consultato il 2 gennaio 2010 (archiviato dall' url originale il 24 marzo 2010) .
  10. ^ ( RU ) Всесоюзная перепись населения 1989 года. Национальный состав населения по республикам СССР , su demoscope.ru . URL consultato il 2 gennaio 2010 (archiviato dall' url originale il 16 marzo 2010) .
  11. ^ ( LV ) Integrācijas politika Latvijā: daudzpusīga pieeja , su mfa.gov.lv , 10 aprile 2010. URL consultato il 26 dicembre 2015 (archiviato dall' url originale il 10 maggio 2011) .
  12. ^ Population Census 2011—Key Indicators
  13. ^ http://data.csb.gov.lv/Selection.aspx?px_path=Sociala__Ikgad%C4%93jie%20statistikas%20dati__Iedz%C4%ABvot%C4%81ji__Iedz%C4%ABvot%C4%81ji%20skaits%20un%20t%C4%81%20izmai%C5%86as&px_tableid=IS0191.px&px_language=lv&px_db=Sociala&rxid=992a0682-2c7d-4148-b242-7b48ff9fe0c2
  14. ^ a b c d e f g 2011.gada tautas skaitīšana - Galvenie rādītāji , su csb.gov.lv . URL consultato il 21 gennaio 2012 (archiviato dall' url originale il 29 gennaio 2012) .
  15. ^ Religione cattolica in Lettonia , su tm.gov.lv (archiviato dall' url originale il 4 dicembre 2008) .
  16. ^ Religione ortodossa in Lettonia , su ekai.pl .
  17. ^ KY Eunice, Trust in Religious Institutions does not convey to Church Attendance . 2004.
  18. ^ Lettonia: lingue e dialetti Archiviato il 26 maggio 2008 in Internet Archive .
  19. ^ Lettonia, il referendum della discordia - Limes , in Limes , 24 febbraio 2012. URL consultato il 19 novembre 2018 .
  20. ^ LETTONIA: Nepilsoņi, il problema degli alieni - East Journal , in East Journal , 14 settembre 2012. URL consultato il 19 novembre 2018 .
  21. ^ ( EN ) "Latvia: Treatment of ethnic Russians; whether ethnic Russians face discrimination; availability of state protection (January 2004 - December 2005)" , refworld , link verificato il 13 settembre 2020.
  22. ^ Costituzione europea , su likumi.lv .
  23. ^ Decisione del Consiglio dell'Unione europea del 14 aprile 2003 relativa all'ammissione della Repubblica ceca, della Repubblica di Estonia, della Repubblica di Cipro, della Repubblica di Lettonia, della Repubblica di Lituania, della Repubblica di Ungheria, della Repubblica di Malta, della Repubblica di Polonia, della Repubblica di Slovenia e della Repubblica slovacca all'Unione ( PDF )
  24. ^ Trattato tra il Regno del Belgio, il Regno di Danimarca, la Repubblica federale di Germania, la Repubblica ellenica, il Regno di Spagna, la Repubblica francese, l'Irlanda, la Repubblica italiana, il Granducato di Lussemburgo, il Regno dei Paesi Bassi, la Repubblica d'Austria, la Repubblica portoghese, la Repubblica di Finlandia, il Regno di Svezia, il Regno Unito di Gran Bretagna e Irlanda del nord (Stati membri dell'Unione europea) e la Repubblica ceca, la Repubblica di Estonia, la Repubblica di Cipro, la Repubblica di Lettonia, la Repubblica di Lituania, la Repubblica di Ungheria, la Repubblica di Malta, la Repubblica di Polonia, la Repubblica di Slovenia, la Repubblica slovacca relativo all'adesione della Repubblica ceca, della Repubblica di Estonia, della Repubblica di Cipro, della Repubblica di Lettonia, della Repubblica di Lituania, della Repubblica di Ungheria, della Repubblica di Malta, della Repubblica di Polonia, della Repubblica di Slovenia e della Repubblica slovacca all'Unione europea PDF )
  25. ^ 2007/801/CE Decisione del Consiglio, del 6 dicembre 2007, sulla piena applicazione delle disposizioni di Schengen nella Repubblica ceca, nella Repubblica di Estonia, nella Repubblica di Lettonia, nella Repubblica di Lituania, nella Repubblica di Ungheria, nella Repubblica di Malta, nella Repubblica di Polonia, nella Repubblica di Slovenia e nella Repubblica slovacca ( ( PDF ) GU UE dell'8.12.2007 )
  26. ^ https://en.unesco.org/mediabank/24883/
  27. ^ https://web.archive.org/web/20141204160431/http://apollo.tvnet.lv/zinas/noskaidrotas-100-nbsp-ieverojamakas-latvijas-personibas/297846#
  28. ^ https://www.musicabaltica.com/en/composers-and-authors/jurjans-andrejs/
  29. ^ www.indexmundi.com
  30. ^ a b Peter Dragicevich, Hugh McNaughtan e Leonid Ragozin, Estonia, Lettonia e Lituania , 2016, EDT srl, ISBN 8859232651 .

Bibliografia

  • Juris Dreifelds, Latvia in Transition . Cambridge University Press, 1996. ISBN 978-0-521-55537-1
  • Jānis Rutkis, Latvia: Country & People . Latvian National Foundation, Stoccolma, 1967.
  • Arveds Švābe, The Story of Latvia: A Historical Survey . Latvian National Foundation, Stoccolma, 1949.
  • These Names Accuse: Nominal List of Latvians Deported to Soviet Russia, second edition . Latvian National Foundation, Stoccolma.
  • L'enciclopedia geografica: Europa settentrionale . Corriere della Sera, Milano, 2005.
  • Tuchtenhagen Ralph, Storia dei paesi baltici . il Mulino, Bologna, 2008. ISBN 88-15-12452-7

Voci correlate

Altri progetti

Collegamenti esterni

Controllo di autorità VIAF ( EN ) 125422131 · ISNI ( EN ) 0000 0001 2151 8114 · LCCN ( EN ) n80150219 · GND ( DE ) 4074187-4 · NDL ( EN , JA ) 00569322 · WorldCat Identities ( EN ) lccn-n80150219