Grande Prêmio do Brasil de 1996

Da Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para a navegação Ir para a pesquisa
Brasil Grande Prêmio do Brasil de 1996
583º GP do Campeonato Mundial de Fórmula 1
Corrida 2 de 16 do Campeonato de 1996
Circuito Interlagos.svg
Encontro 31 de março de 1996
Nome oficial XXV Grande Prêmio do Brasil
Lugar Circuito de interlagos
Caminho 4.325 km
Circuito permanente
Distância 71 voltas, 307,075 km
Clima Chuva
Resultados
Primeira posição Volta mais rápida
Reino Unido Damon Hill Reino Unido Damon Hill
Williams - Renault em 1'18.111 Williams - Renault em 1'21,547
(na volta 65)
Pódio
1 Reino Unido Damon Hill
Williams - Renault
2 França Jean Alesi
Benetton - Renault
3 Alemanha Michael Schumacher
Ferrari

O Grande Prêmio do Brasil de 1996 aconteceu no dia 31 de março, no Autódromo de Interlagos . Damon Hill venceu na Williams , à frente de Jean Alesi na Benetton e Michael Schumacher na Ferrari .

Vigília

Aspectos esportivos

Tarso Marques substitui Fisichella na Minardi.

Qualificações

Relatório

Williams prova ser o carro mais competitivo do lote, com Hill conquistando a pole position quase um segundo à frente do mais próximo de seus rivais, o surpreendente Barrichello , conduzindo um Jordan particularmente competitivo nas pistas brasileiras. O terceiro é Villeneuve , retardado por um erro em sua última tentativa; o canadense precede Schumacher , Alesi , Brundle , Häkkinen , Berger , Frentzen e Irvine .

Resultados

Pos Não. Piloto Construtor Clima Destacamento
1 5 Reino Unido Damon Hill Williams - Renault 1: 18.111
2 11 Brasil Rubens Barrichello Jordan - Peugeot 1: 19.092 +0,981
3 6 Canadá Jacques Villeneuve Williams - Renault 1: 19,254 +1.143
4 1 Alemanha Michael Schumacher Ferrari 1: 19.474 +1.363
5 3 França Jean Alesi Benetton - Renault 1: 19.484 +1.373
6 12 Reino Unido Martin Brundle Jordan - Peugeot 1: 19.519 +1,408
7 7 Finlândia Mika Häkkinen McLaren - Mercedes 1: 19,607 +1.496
8 4 Áustria Gerhard Berger Benetton - Renault 1: 19.762 +1,651
9 15 Alemanha Heinz-Harald Frentzen Sauber - Ford 1: 19.799 +1.688
10 2 Reino Unido Eddie Irvine Ferrari 1: 19.951 +1.840
11 19 Finlândia Mika Salo Tyrrell - Yamaha 1: 20.000 +1.889
12 14 Reino Unido Johnny Herbert Sauber - Ford 1: 20.144 +2,033
13 17 Holanda Jos Verstappen Footwork - Hart 1: 20.157 +2,046
14 8 Reino Unido David Coulthard McLaren - Mercedes 1: 20.167 +2,056
15 9 França Olivier Panis Ligier - Mugen-Honda 1: 20.426 +2,315
16 18 Japão Ukyo Katayama Tyrrell - Yamaha 1: 20.427 +2,316
17 16 Brasil Ricardo Rosset Footwork - Hart 1: 20.440 +2.329
18 20 Portugal Pedro Lamy Minardi - Ford 1: 21.491 +3.380
19 22 Itália Luca Badoer Strong - Ford 1: 23.174 +5.063
20 23 Itália Andrea Montermini Strong - Ford 1: 23,454 +5,343
21 21 Brasil Tarso Marques Minardi - Ford atemporal [1] /
22 10 Brasil Pedro Diniz Ligier - Mugen-Honda Atemporal [2] /

Concorrência

Relatório

Cerca de meia hora antes da largada, uma forte chuva atinge o circuito: apesar das condições da pista serem críticas, a corrida não é adiada e a largada ocorre regularmente. Na largada Hill mantém a primeira posição, enquanto atrás dele Barrichello é ultrapassado por Villeneuve e Alesi ; o piloto britânico ganhou imediatamente uma grande vantagem sobre seus perseguidores, aproveitando o fato de ser o único com uma visão desobstruída. Enquanto isso, Alesi pressiona Villeneuve, cuja experiência no molhado é muito limitada; Porém, o piloto da Benetton deve ficar atento aos ataques de Barrichello, que tenta ultrapassá-lo já na sétima volta: o brasileiro junta-se ao rival na primeira curva, mas chega longo e deve deixá-lo passar. A manobra se repete, idêntica, na décima e décima primeira voltas: Barrichello ultrapassa o rival na primeira curva, mas tem que ceder novamente na próxima curva.

Na volta 27 Villeneuve fica bloqueado algumas curvas atrás do Forti de Montermini e Alesi aproveita para atacá-lo na reta oposta aos boxes: o piloto da Williams tenta resistir, mas acaba saindo da pista e se retira. Cinco voltas depois, Alesi também faz um fora de pista, permanecendo na corrida mas tendo que ceder a posição a Barrichello; o brasileiro, porém, volta aos boxes muito cedo, tendo que montar os pneus de chuva e depois voltar ao pit lane e colocar os secos. De volta à pista na quarta posição, atrás de Schumacher , Barrichello tenta atacá-lo, mas suas tentativas não dão certo e na volta 60 o brasileiro sai da pista, desistindo. Neste ponto, as três primeiras posições estão amplamente consolidadas, com Hill vencendo com uma vantagem confortável sobre Alesi e até mesmo uma volta a mais que Schumacher; o quarto é Häkkinen , que precede o compatriota Salo após um longo duelo. O último ponto é conquistado por Panis .

Resultados

Pos Não. Piloto Fabricante / Motor Turns Tempo / Retirada Grade Pontos
1 5 Reino Unido Damon Hill Williams - Renault 71 1: 49: 52.976 1 10
2 3 França Jean Alesi Benetton - Renault 71 +17,982 5 6
3 1 Alemanha Michael Schumacher Ferrari 70 +1 turno 4 4
4 7 Finlândia Mika Häkkinen McLaren - Mercedes 70 +1 turno 7 3
5 19 Finlândia Mika Salo Tyrrell - Yamaha 70 +1 turno 11 2
6 9 França Olivier Panis Ligier - Mugen-Honda 70 +1 turno 15 1
7 2 Reino Unido Eddie Irvine Ferrari 70 +1 turno 10
8 10 Brasil Pedro Diniz Ligier - Mugen-Honda 69 + 2 voltas 22
9 18 Japão Ukyo Katayama Tyrrell - Yamaha 69 +2 voltas 16
10 20 Portugal Pedro Lamy Minardi - Ford 68 +3 voltas 18
11 22 Itália Luca Badoer Strong - Ford 67 +4 voltas 19
12 12 Reino Unido Martin Brundle Jordan - Peugeot 64 Rodar 6
Atraso 11 Brasil Rubens Barrichello Jordan - Peugeot 59 Rodar 2
Atraso 15 Alemanha Heinz-Harald Frentzen Sauber - Ford 36 Motor 9
Atraso 8 Reino Unido David Coulthard McLaren - Mercedes 29 Rodar 14
Atraso 14 Reino Unido Johnny Herbert Sauber - Ford 28 Motor 12
Atraso 6 Canadá Jacques Villeneuve Williams - Renault 26 Rodar 3
Atraso 4 Áustria Gerhard Berger Benetton - Renault 26 Problema hidráulico 8
Atraso 23 Itália Andrea Montermini Strong - Ford 26 Rodar 20
Atraso 16 Brasil Ricardo Rosset Setas - Hart 24 Rodar 17
Atraso 17 Holanda Jos Verstappen Setas - Hart 19 Motor 13
Atraso 21 Brasil Tarso Marques Minardi - Ford 0 Rodar 21

Gráficos

Construtores

Pos. Equipe Pontos
1 Reino Unido Williams - Renault 26
2 Itália Benetton - Renault 9
3 Itália Ferrari 8
4 Reino Unido McLaren - Mercedes 5
5 Reino Unido Tyrrell - Yamaha 3
6 França Ligier - Mugen-Honda 1

Observação

  1. ^ Os tempos de Marques são cancelados porque o piloto brasileiro perdeu uma verificação de peso em seu carro
  2. ^ Diniz é relegado para o fundo da grade devido a várias irregularidades durante os testes.

Bibliografia

  • Brin Williams, Colin McMaster, Roberto Boccafogli, F1 96 , Vallardi & Associati, 1996, ISBN 88-86869-02-9 .

links externos

Campeonato Mundial de Fórmula 1 - temporada 1996
Flag of Australia.svg Bandeira do Brasil.svg Bandeira da Argentina.svg Flag of Europe.svg Bandeira de San Marino.svg Bandeira de Monaco.svg Flag of Spain.svg Flag of Canada.svg Bandeira da França.svg Bandeira do Reino Unido.svg Bandeira da Alemanha.svg Bandeira da Hungria.svg Bandeira da Bélgica.svg Bandeira da Itália.svg Bandeira de Portugal.svg Bandeira do Japão.svg
Conto de fadas em blue-vector.svg

Edição anterior:
1995
Grande Prêmio do Brasil Próxima edição:
1997